XXVI edição do Festival Sete Sóis Sete Luas arranca hoje no Tarrafal de Santiago

Assomada, 27 Out (Inforpress) – A XXVI edição do Festival Sete Sóis Sete Luas (SSSL), que marca o 20º aniversário do certame em Cabo Verde (1998-2018), arranca oficialmente hoje no Tarrafal de Santiago e vai decorrer no país até 04 de Novembro.

Segundo a organização, Tarrafal recebe mais uma edição do certame no Centrum SSSL (Antigo Mercado) a partir das 18:00, um espectáculo de circo acrobático do artista catalão Yldor Llach (27 de Outubro), e ainda no dia 03 e 04 de Novembro actuações de Os Korrontzi e Sete Luas Tarrafal Orquestra e do grupo Tammorra, respectivamente.

Para além do município do Tarrafal de Santiago, a programação vai decorrer nos Centrum SSSL das ilhas de Fogo, São Filipe (29, 30 e 31 de Outubro), Brava (29 e 30 de Outubro), Maio (31 de Outubro e 01 de Novembro), Ribeira Grande de Santo Antão (02 e 03 de Novembro) e ainda em Santa Catarina de Santiago que recebe o evento pela primeira vez nos dias 02 e 04 de Novembro.

De acordo com uma nota da organização, um dos pontos altos da comemoração dos 20 anos do Festival em Cabo Verde é a inauguração dos Centrum Sete Sóis em São Filipe, na segunda-feira, 29, e na Brava, na terça-feira, cerimónias que irão contar com presença do Presidente da República e presidente honorário do certame, Jorge Carlos Fonseca.

Ainda para celebrar os 20 anos (1998-2018) do Festival em Cabo Verde irá ser inaugurada no 03 de Novembro, no Centrum SSSL da Ribeira Grande, a exposição documental “Sete Sóis Sete Luas: 20 anos de diálogo intercultural”, com fotos e documentos originais da primeira mítica edição do 1998 e ainda um simpósio com a presença dos protagonistas dos sucessos do Festival durante estes 20 anos.

A organização destaca ainda a introdução, pela primeira vez, na programação do festival um ciclo de filmes europeus e dos países PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) em parceria com a Delegação da União Europeia em Cabo Verde.

O evento conta com o apoio da União Europeia e com o alto patrocínio da Presidência da República de Cabo Verde e com a colaboração das câmaras municipais.

As comemorações do vigésimo aniversário do Festival 7 Sóis 7 Luas em Cabo Verde, de acordo com a organização, acontecem no âmbito do projecto “A diversidade cultural cabo-verdiana como instrumento de desenvolvimento do turismo sustentável nas ilhas mais periféricas”.

O Festival Sete Sóis Sete Luas é uma rede cultural de 30 cidades de 11 países que privilegia relações vivas e directas com os pequenos centros e os artistas, uma viagem pelo mundo Mediterrâneo e pelo mundo lusófono, onde os artistas, os operadores culturais e os espectadores participam nas acções de mobilidade internacional.

Desde 2014, com o apoio da União Europeia, um “mais novo e ambicioso passo” foi dado com a criação dos Centrum Sete Sóis Sete Luas em vários municípios, albergando salas de exposições, restaurantes, lojas de produtos de artesanato e pátios culturais, mas sobretudo, uma variedade de actividades culturais.

Cabo Verde alberga de momento cinco Centrum SSSL, nas ilhas Brava e Maio, nos municípios da Ribeira Grande de Santo Antão, São Filipe, na ilha do Fogo e no Tarrafal de Santiago.

FM/CP

Inforpress/Fim