Santo Antão/Planalto Leste: Associação em Lagoa com quatro mil contos para desenvolver projectos ambientais

Porto Novo, 08 Jan (Inforpress) – Quatro mil contos é o montante que o Governo, através do Fundo do Ambiente, já colocou à disposição da associação comunitária de Lagoa do Planalto Leste, Santo Antão, para desenvolver projectos ambientais nessa localidade, fustigada pela seca.

A verba, segundo o líder desta associação, Manuel Pinto, está a ser investida em projectos como conservação de solos e água, manutenção da floresta, construção de cisternas e formações diversas, acções que permitem amenizar o desemprego nessa localidade, com a criação de 45 postos de trabalho.

As intervenções, que decorrem ao longo deste ano, acontecem numa altura em que Lagoa do Planalto Leste, com 700 habitantes, passa por uma situação de seca “alarmante”, conforme este responsável, que exortou o Governo a reforçar a cobertura a essa localidade, com o apoio aos criadores de gado no salvamento dos seus animais.

A câmara do Porto Novo admite que a seca que assola, pelo segundo ano consecutivo, este concelho está a colocar em situação de vulnerabilidade, pelo menos, 500 famílias, distribuídas, sobretudo, pelas zonas altas, como Lagoa do Planalto Leste e Planalto Norte.

JM/ZS

Inforpress/Fim