Santa Catarina: Escola de Música Norberto Tavares já formou mais de 170 alunos

dav

Assomada, 08 Jan (Inforpress)- A Escola de Música Norberto Tavares, em Santa Catarina (ilha de Santiago) já formou, em dois anos, mais de 170 alunos, em instrumentos como violão, baixo e piano, informou hoje à Inforpress, o director da instituição, David Rocha.

Fundada a 02 de Fevereiro de 2017, a Escola de Música Norberto Tavares é gerida pelo Norberto Tavares Foundation e actualmente oferece cursos de violão, baixo e piano, definidos por níveis (1 a 3) para alunos em idade escolar.

O também professor da escola David Rocha fez um balanço positivo dos dois anos da escola, afirmando que num curto período de tempo conseguiu os seus objectivos, isto porque, ajuntou, desde o início mantiveram “firmes” na promoção da música para a cidade de Assomada e da cultura cabo-verdiana.

A escola, segundo a mesma fonte, tem dado o seu contributo na salvaguarda da cultura cabo-verdiana, ou seja, tem, igualmente, ajudado os seus alunos a valorizarem as componentes existentes da música cabo-verdiana, designadamente morna, coladeira e o funaná.

A este propósito, informou que tencionam ainda ajudar o país na criação de mais cifras e partituras (notas musicais) a serem disponibilizadas online para que qualquer um possa executá-las, sobretudo os estrangeiros que visitam o arquipélago.

Segundo David Rocha, na referida escola, para além de ensinarem os alunos a serem “bons músicos”, transmitem-nos, igualmente, valores para que possam ser “cidadãos responsáveis e jovens activos” nas respectivas comunidades.

Tendo em conta que graças ao apoio do Norberto Tavares Foundation contam com mais instrumentos musicais, sobretudo violão e equipamentos de som, manifestou a intenção de criarem um grupo de estudo para que possam animar a Rua Pedonal da cidade de Assomada, com a ideia de estar “mais perto da comunidade” e ainda para que os alunos possam mostrar as suas qualidades ao público.

A criação deste “grupo de estudo”, conforme explicou, tem como objectivo fazer com que os alunos possam passar a dedicarem-se mais, para que possam fazer parte do mesmo, e, quiçá, ainda tocar em grupos de renome a nível nacional.

Por outro lado, assegurou que a nível de instrumentos, a escola encontra-se “bem apetrechada”, graças aos donativos do Norberto Tavares Foundation, contanto de momento com sete violão, um baixo e um piano, apesar de ter admitido necessidade de mais, tendo em conta a procura.

Aumento de número de professores, estúdio de gravação, criação de uma banda da escola, aulas de cavaquinho e de bateria, um espaço melhor e com salas para aula para cada instrumento, são alguns projectos em carteira que a Escola de Musica Norberto Tavares quer colocar de pé nos “próximos tempos”, que, aliás, lembrou, já deu entrada no Ministério da Cultura para o seu financiamento.

A escola, que de momento conta com um único professor, conforme avançou o director , já desenvolveu um curso com um currículo para três anos e com possibilidades dos alunos conseguirem certificado, aulas on-line com outros professores parceiros, e ainda possibilidades de intercâmbios a nível internacional para “upgrade”.

Tendo em conta que a escola é suportada pelo pagamento de propina dos alunos, em que muitas vezes os pais não conseguem honrar os compromissos, fazendo com que muitos acabam por desistir a meio do ano, o presidente do Norberto Tavares Foundation, António Tavares, deixou o compromisso de mobilizar parceiros nos Estados Unidos da América para que os mesmos possam ser apadrinhados no pagamento de uma parte de propina e ainda procurar mais equipamentos para a escola.

Em dois anos de funcionamento, este responsável assegurou que “foram de sucessos” graças a colaboração e apoio do Ministério da Cultura e da Câmara Municipal, através do pelouro da Cultura.

Para comemorar os dois anos da escola, a Noberto Tavares Foundation e o pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Santa Catarina organizaram uma tarde cultural, onde vão estar no palco a própria Escola de Música Norberto Tavares, seguindo-se uma apresentação com o professor e director da instituicao, David Rocha, e actuações de Naty Martins, Silvino Tavares, Marlici e Totó Tavares.

Prevista está ainda uma conversa em memória de Norberto Tavares, com o presidente do Norberto Tavares Foundation, António (Totó) Tavares.

Fundada em 17 de Março de 2011, nos Estados Unidos da América (EUA), a Norberto Tavares Foundation é uma organização sem fins lucrativos, criada para educar e capacitar jovens, através do poder da música e da cultura, bom como prestar assistência a músicos, educadores, idosos e estudantes.

FM/JMV

Inforpress/Fim