Sal: Júlio Lopes diz que jovens são chamados a contribuir para o desenvolvimento de Cabo Verde “agora mais do que nunca”

Espargos, 13 Mar. (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal do Sal, Júlio Lopes, considerou terça-feira, 12, que os jovens são chamados a contribuir para o desenvolvimento de Cabo Verde, “agora mais do que nunca”.

Júlio Lopes fez estas considerações no acto de apresentação pública das ofertas formativas para 2019, estágios profissionais empresariais e oportunidades de financiamento da formação profissional aos jovens da ilha, testemunhado pelo vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia.

“Os jovens de Cabo Verde são chamados, agora mais do que nunca a dar este grande contributo para o desenvolvimento económico do país. Neste momento as oportunidades são grandes, então temos que mudar o chip e avançar com mais força para podermos atingir níveis de desenvolvimento económico mais elevados”, sublinhou.

Perante a ambição, que a seu ver permitirá “mais bem-estar e maior felicidade” para as famílias, o autarca acautelou, entretanto, para que os jovens possam cumprir essa missão e dar esse contributo para o qual são chamados terão que estar preparados.

Júlio Lopes, para quem “pela primeira vez” está-se a implementar um “grande programa” para beneficiar a juventude, parabenizou o Governo, já que, conforme disse, o programa de ofertas formativas para 2019, estágios profissionais empresariais e oportunidades de financiamento da formação profissional aos jovens vai prepará-los para novas tarefas que se avizinham, não só na área turística.

“De facto, este programa vai beneficiar milhares de jovens em todo o Cabo Verde e, naturalmente, na ilha do Sal. Então os jovens cabo-verdianos, os jovens salenses têm que estar preparados para poderem cumprir também o seu papel, porque são os principais beneficiários, e é deles que depende o futuro deste país”, considerou.

O autarca, referiu, por outro lado o “importante” papel do IEFP, e outras entidades na “formatação” da juventude para “os novos tempos” que se avizinham.

“A nossa prioridade é a juventude. E, neste momento os protagonistas são dois: os empresários para investirem e os jovens para se formarem e se preparem para as oportunidades que vão surgindo”, reiterou.

Júlio Lopes concluiu “convicto” de que o programa vai ter “um grande êxito”, vai preparar a juventude e ter impacto no processo de desenvolvimento económico e social de Cabo Verde.

SC/AA

Inforpress/Fim