Reitora da UNICV confiante que ARES irá contribuir na eficácia do sistema da qualidade de ensino superior

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) – A reitora da UNI-CV manifestou-se hoje convicta de que a ARES irá contribuir na eficácia e excelência do sistema de ensino, salientando que o sistema a ser implementado será em benefício da qualidade do ensino superior no país.

Judite Nascimento fez essas considerações em declarações à Inforpress, após ter recebido esta quinta-feira a visita da dos membros do conselho de administração da Agência Reguladora do Ensino Superior (ARES), tendo manifestado a disponibilidade da UNI-CV em dar o seu contributo “naquilo que é a construção do sistema de qualidade” incluindo o sistema de avaliação em Cabo Verde.

“Os administradores vieram apresentar-se, como também partilhar connosco sobre as novas estratégias que estão as desenvolver a nível da construção do sistema de qualidade de ensino em Cabo Verde, e para nós é importante conhecer os desafios que estão a lançar-nos e a abordagem que estão a desenvolver, que louvamos, sendo uma abordagem colaborativa”, disse.

Durante o encontro, adiantou, a UNI-CV apresentou uma série de preocupações relativamente aos instrumentos de avaliação anteriormente aplicados, ressaltando que as inquietações têm a ver sobretudo com os rácios que foram implementados.

O processo de registo de estudos, segundo Judite Nascimento, foi outra que questão levantada pela reitoria, informando que a UNI-CV está com algumas pendências em termos de registos e que está neste momento a montar um sistema de qualidade.

Por outro lado, mostrou-se confiante que a actuação da ARES irá contribuir na eficácia e excelência do sistema de ensino superior.

“Acredito que a ARES irá ter um olhar objectivo sobre as instituições e o seu funcionamento, sobre o funcionamento do ciclo de estudo e acredito que os resultados serão bons porque permitirão que conheçamos os nossos pontos fortes e fracos”, disse, ajuntando que isso irá ajudar as universidades a reconhecerem também as oportunidades que lhes são oferecidas.

Por seu turno, o presidente do conselho de administração da ARES, João Dias da Silva, disse que esta é quinta visita que a instituição efectua às instituições de ensino superior, salientando que as universidades têm mostrado abertura para o contexto actual do ensino superior.

Neste momento, no que se refere às acções desenvolvidas adiantou que a ARES está a fazer o ponto de situação do relatório que estava pendente e que a instituição está a trabalhar no sentido de concluir o processo de avaliação visando apresentar o relatório final à União Europeia até Maio deste ano.

Os membros do Conselho de Administração da ARES tem agendado ainda hoje uma visita às instalações da Universidade Jean Piaget na cidade da Praia e no próximo mês de Março estarão em São Vicente para um encontro de apresentação com as instituições de ensino superior da ilha.

A ARES foi criada pelo Decreto-Lei nº 121/VIII/2016, de 24 de março de 2016, e dotada de Estatutos pelo mesmo diploma, enquanto autoridade administrativa independente que tem por finalidade garantir a qualidade do ensino superior no país.

CM/FP

Inforpress/Fim