Praia: Zona de Ponta Belém vai ser requalificada para integrar circuito turístico-cultural da capital

 

Cidade da Praia, 20 Set (Inforpress) – A zona de Ponta Belém, na Cidade da Praia, vai receber obras de requalificação e construção de um miradouro para que possa integrar o circuito turístico-cultural, informou hoje a Fundação Amílcar Cabral (FAC).

Para a concretização deste projecto, a Câmara Municipal da Praia, representada pela vereadora pela área de Cooperação e Finanças, Maria Aleluia Andrade, e a FAC, pela coordenadora do projecto, Tatiana Neves, rubricaram hoje um protocolo de parceria no valor de três mil contos.

As obras de requalificação e construção do miradouro serão executadas no âmbito do projecto “Cabo Verde: História, Cultura e Ambiente para um Turismo Sustentável”, da FCA, financiado pela União Europeia.

Na ocasião, a representante da FAC, Tatiana Neves, destacou, que num momento em que o turismo cultural tem estado a registar um crescimento “muito importante” a nível mundial, “Cabo Verde não pode ficar de fora desta tendência”.

É neste sentido que, a FAC associou-se à edilidade para que Ponta Belém integre o itinerário turístico, que inicia na sala-museu Amílcar Cabral, seguindo para Ponta Belém e depois para a zona baixa da cidade, designadamente, Taiti e Gamboa.

“O turismo cultural tem um elevado potencial para a promoção do desenvolvimento local e para a criação de mais bem-estar nas comunidades”, advogou Tatiana Neves, acrescentado que a Cidade da Praia tem muitas potencialidades que poderão ser aproveitadas para a diversificação do turismo em Cabo Verde e para que o país tenha um turismo “mais inclusivo e mais solidário”.

Com este projecto, a coordenadora do projecto disse acreditar que a Fundação estará a contribuir para a diversificação da oferta turística produzida na capital do país, e que o itinerário será distribuído aos operadores turísticos da capital.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos, assegurou que este projecto de Ponta Belém vai abrir “novas perspectivas” para este bairro e para o Platô, centro histórico da capital.

Ainda no campo dessa parceria, o autarca anunciou que, “brevemente”, vão arrancar com as obras da praça Amílcar Cabral, no Taiti, que albergará o Museu Amílcar Cabral, como forma de alargar a oferta turístico-histórico e patrimonial do país.

Além da construção do miradouro, na rua onde viveu Amílcar Cabral, o projecto contempla a melhoria do calcetamento, a reconstrução dos passeios, construção de assentos, iluminação, limpeza da encosta e colocação de plantas ornamentais e ainda a pintura de fachadas de casas.

O acto de assinatura do protocolo contou ainda com a presença do chefe da Cooperação da União Europeia, na Praia, José Lora.

AM/CP

Inforpress/Fim