Paulo Varela dá à estampa em Maio o seu primeiro livro de poesia “Para Nunca mais ser Escravo”

Cidade da Praia, 04 Abr (Inforpress) – O activista social e escritor tarrafalense Paulo Varela já tem disponível nas Livrarias online o seu primeiro livro de poesia, intitulado “Para Nunca mais ser Escravo”, que deverá estar no mercado no inicio do mês de Maio.

O escritor, que já participou com poemas seus em antologias, como a “I Antologia Poética do Tarrafal”, resolve agora publicar a sua primeira compilação poética, cujo processo se iniciou em 2001, segundo revelou.

Em declarações hoje à Inforpress, o autor explicou que “Para Nunca mais ser Escravo”, é uma expressão poética contada em verso, do percurso de vida de um indivíduo que andou pelas ilhas e pelo mundo, mas concentra-se no Tarrafal para contar a sua história, com o intuito de as novas gerações terem em conta os erros cometidos outrora e para que não venham a repeti-los.

“Este livro traz uma história de vida de Paulo Varela, que foi adolescente, jovem, viveu as dificuldades e alegrias e agora traz tudo isso resumido em cerca de 150 poemas, numa compilação chamada para Nunca mais ser escravo”, disse.

Apesar de o livro contar a experiência do próprio autor, Paulo Varela disse ainda que ao falar dele, também está a falar das outras pessoas que os rodeiam, mas que não conseguem exprimir as suas histórias, por isso inspira na história de cada um para escrever os seus versos.

O livro “Para Nunca mais ser Escravo”, ainda de acordo com o autor, surgiu do momento que parou para reflectir a sua vida, aos 33 anos, altura em que traçou “novos caminhos, com correcções profundas”, com vista a ter “mais tempo para viver, de forma mais saudável, com justiça, com amor, com ambição, sendo solidário e generoso”.

“Estes versos expressam um ponto de viragem, em que o povo que era escravo luta até conseguir a abolição da escravatura e continua a lutar para que nunca mais seja considerado escravo”, indicou.

O livro que, já corre o mundo através das livrarias online, foi editado pela “Novas Edições Académicas”, com sede na Dinamarca.
Paulo Varela espera que até o final deste mês possa imprimir o livro na Gráfica da Praia, para que no início do Maio seja lançado no mercado de Cabo Verde.

AM/JMV

Inforpress/Fim