Navio patrulha brasileiro visita porto do Mindelo para exercícios com a Guarda Costeira cabo-verdiana

Mindelo, 07 Fev (Inforpress) – O Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Araguari”, da Marinha Brasileira (MB), fará uma visita operativa a Cabo Verde, atracando no Porto Grande do Mindelo no próximo dia 13 de fevereiro para exercícios navais com a Guarda Costeira de Cabo Verde.

Segundo informações avançadas pelo encarregado do Núcleo da Missão Naval do Brasil em Cabo Verde, Kao Reich, o navio “Araguari” deixou nesta quarta-feira a sua base sede, localizada em Natal-RN, e já iniciou a sua travessia para Cabo Verde, com destino a São Vicente.

Já em águas jurisdicionais cabo-verdianas, vai-se encontrar com o Navio-Patrulha (NP) “Guardião” da Guarda Costeira de Cabo Verde (GCCV) e realizar uma série de exercícios com o propósito de “incrementar o adestramento” dos meios da Marinha Brasileira (MB) e da GCCV.

Estas acções, conforme o responsável, tem por objectivo “alavancar a interoperabilidade” entre meios navais de países integrantes da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZOPACAS) e estreitar os laços de cooperação e amizade entre o Brasil e Cabo Verde.

Durante a estadia no Porto Grande, que acontece de 13 a 17, a tripulação do “Araguari” e os militares da GCCV estarão também envolvidos numa gama de exercícios operacionais e de instruções técnicas voltadas para área de manutenção de sistemas electrónicos, de motores e equipamentos eléctricos.

O propósito destes eventos no porto, segundo a mesma fonte, é possibilitar a “troca de experiência e de boas práticas” na área de manutenção e proporcionar um intercâmbio com os militares da GCCV, incluindo os 20 cabo-verdianos formados nos estabelecimentos de ensino da MB nos anos de 2017 e 2018.

O “Araguari” estará aberto a visitas públicas no dia 15 de fevereiro, no período que vai das 14 às 17 horas.

O navio permanecerá atracado no Porto Grande até o dia 17 de Fevereiro, quando iniciará a sua participação no Exercício Multinacional “Obangame Express 2019”, na costa oeste do continente africano, juntamente com marinhas e guardas costeiras provenientes da África, dos Estados Unidos, da Europa e da América Latina, totalizando 29 países.

O Navio-Patrulha Oceânico “Araguari” é um navio subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste (ComGptPatNavNE), tendo como principal tarefa patrulhar a “Amazônia Azul”, área marítima de 4,5 milhões de quilômetros quadrados que corresponde, em tamanho, à Amazônia terrestre.

O mesmo integra como tripulação, 12 oficiais, 69 sargentos e praças, três técnicos da equipa médica e dois da equipa de mergulho

“Araguari” foi construído no Reino Unido e incorporado à Marinha do Brasil em 2013, possuindo capacidade de realizar operações aéreas com aeronaves de médio porte e autonomia para atuar em operações de Busca e Salvamento, patrulha e inspeção naval e auxílio a desastres.

LN/FP

Inforpress/Fim