Música: Cantora cabo-verdiana Fantcha apresenta hoje “Nôs caminhada” em Lisboa

Lisboa, 24 Fev (Inforpress) – A cantora cabo-verdiana Fantcha apresenta hoje em Lisboa, o seu mais recente álbum, “Nôs Caminhada”, um disco de homenagem a Cesária Évora (1941-2011), que aponta como “uma referência” da música.

“Para fazer este CD de tributo a Cesária [Évora] convidei o Bau, que trabalhou com ela, para escolhermos os temas, e eu própria escrevi ‘Nês caminha’ que reflecte o meu convívio” com a “diva dos pés descalços”, epíteto com que a imprensa francesa se referia a Cesária Évora.

Outro convidado para a realização deste CD foi Teófilo Chantre, que também trabalhou com Cesária Évora.

“Nôs Caminhada”, o quinto álbum de Fantcha, é apresentado hoje à noite no palco do LAV – Lisboa ao Vivo, e além de Chantre e Bau, Fantcha conta com a participação de Tito Paris, músico de quem foi a primeira cantora a gravar uma composição.

Referindo-se ao álbum, Fantcha, em declarações à Lusa, afirmou que “é um disco tradicional, mas diversificado e aberto ao mundo, como Cesária que abriu a música de Cabo Verde ao mundo”.

Fantcha realçou que, actualmente, “há muitos artistas não cabo-verdianos, que estão a gravar temas do repertório.

O alinhamento do CD inclui temas como “Princesa”, “Beijo”, “Cavala na Bolsa”, “Traz d’Horizonte”, “Estanhadinha” e “Miss Perfumado”.

Actualmente a residir em Nova Iorque, data de 1988, a sua estreia discográfica, “Boa Viagem”, um disco produzido por Bana, outro nome mítico da música do arquipélago africano.

A cantora, depois de “Boa Viagem”, gravado no extinto espaço de convívio cabo-verdiano, Musicorde, no bairro lisboeta de Campo de Ourique, actuou numa série de concertos com Cesária Évora, nos Estados Unidos.

Inforpress/Lusa