Ministro diz que país faz um trabalho “muito consistente” para a “eliminação total” do sarampo e da rubéola (c/áudio)

Cidade da Praia, 07 Nov (Inforpress) – O ministro de Estado, Fernando Elísio Freire, disse hoje, na Cidade da Praia, que o Cabo Verde está a fazer um trabalho “muito consistente” para a “eliminação total” do sarampo e da rubéola.

Fernando Elísio Freire, que falava aos jornalistas, após a abertura oficial da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a rubéola, que se iniciou hoje, no campo da Adega, em Achada Grande Trás, lembrou que desde 1997 que não se regista nenhum caso de sarampo em Cabo Verde.

“O objectivo fundamental do Governo é fazer com que Cabo Verde seja um país cada vez mais saudável e inclusivo e, por isso, apelamos a todas às famílias, os jardins infantis, os municípios e as entidades públicas e privadas para se envolverem no sentido de conseguir esse grande designo nacional que é de vacinar todas as crianças para que possam construir um futuro saudável”, observou o ministro.

E para atingir a meta de vacinar 45 mil crianças entre os nove meses e quatro anos numa semana, Fernando Elísio Freire chamou atenção para a necessidade de uma “maior envolvência” das pessoas campanha de sensibilização para vacinar as crianças.

O objectivo dessa campanha é contribuir na redução da transmissão, controlo e eliminação destas doenças a nível nacional, regional e mundial.

A iniciativa enquadra-se numa acção a nível nacional, promovida pelo Ministério da Saúde e da Segurança Social, e o objectivo é interromper a circulação dos vírus causadores das duas doenças.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a rubéola decorre de hoje ao dia 13 e a meta é eliminar o sarampo e a rubéola até 2020.

OM/AA

Inforpress/Fim