CMP regozija-se com eleição da cidade da Praia como membro do Conselho Pan-Africano da UCLG África

Cidade da Praia, 08 Jan (Inforpress) – A Câmara Municipal da Praia (CMP) regozijou-se hoje com a eleição da cidade da Praia como membro do Conselho Pan-Africano das Cidades Unidas e Governos Locais da África (UCLG África) para o mandato 2019 a 2021.

De acordo com uma nota da edilidade enviada à Inforpress, esta eleição representa o reconhecimento das políticas e estratégias de governação da autarquia local, que tem contribuído para o desenvolvimento do município da Praia em particular e de Cabo Verde em geral.

“A cidade da Praia assume esta nova missão e reitera o seu compromisso em cumprir todos os objectivos delineados, visando promover a descentralização e o engajamento das comunidades territoriais do continente e o desenvolvimento e o reforço da cooperação em África”, lê-se na nota.

Com esta eleição, segundo a mesma fonte, a cidade da Praia, enquanto membro do Conselho Pan-Africano da CIDH de África tem o dever de divulgar a visão e os objectivos da CGLU África nas respectivas regiões, bem como reconhecer o contributo das comunidades territoriais ao desenvolvimento, integração e unidade africana.

Enquanto membro dessa organização, acrescenta a edilidade, Praia deve contribuir na promoção da descentralização e o envolvimento das comunidades territoriais do continente em todas as políticas e estratégias para o desenvolvimento e cooperação em África.

Por outro lado, as cidades membros do Conselho ainda devem promover e reforçar o diálogo entre as associações nacionais de autoridades locais e os seus respectivos governos nacionais, sobre a condução da política de descentralização e o papel das comunidades na localização e implementação da Agenda 2063 da União Africana, bem como as agendas e Acordos adotados pelas Nações Unidas (Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030).

Os membros do Conselho Pan-Africano da UCLG África, de acordo com a mesma fonte, devem, de igual modo, divulgar a oferta de serviços da CIDH África em suas respectivas regiões, bem como as condições de acesso a esses serviços.

As Cidades Unidas e Governos Locais da África (UCLG África) e a associação africana de governos locais e regionais estiveram reunidos na última Assembleia Geral realizada em Marraquexe, Marrocos, no passado mês de Novembro.

Sob o tema “A transição para cidades e territórios sustentáveis: o papel das autoridades locais e regionais africanas”, a oitava edição desta cimeira contou com a colaboração da Associação Marroquina, Presidentes dos Conselhos Comunais (AMPCC), e do Ministério do Interior de Marrocos.

A UCLG África é uma organização que foi fundada em 2005 na cidade de Tshwane, África do Sul, como resultado da unificação de três grupos continentais de governos locais, nomeadamente a União Africana de Autoridades Locais (AULA), a União das Cidades Africanas (UVA) e a África Capítulo da União das Cidades e Capitais Lusófonos Africanos, (UCCL AFRICA).

CM/ZS

Inforpress/Fim