Literatura: Investigador Patrício Fernandes Andrade lança sua primeira obra sobre energia eólica

Cidade da Praia, 09 Fev (Inforpress) – O jovem investigador cabo-verdiano, Patrício Fernandes Andrade, acaba de lançar sua primeira obra intitulada “Avaliação da Capacidade de penetração de energia eólica, o caso da rede eléctrica da ilha da Boa Vista – Cabo Verde”.

Natural da ilha do Fogo e a residir actualmente em Portugal, Patrício Fernandes Andrade é mestre em Engenharia Electrotécnica pelo Instituto Politécnico de Setúbal e foi durante a sua formação que teve a ideia de escrever uma tese abordando a energia eólica.

O livro, segundo disse o autor em declarações à Inforpress, é um “Case Study” sobre a avaliação da capacidade de penetração de energia eólica na rede eléctrica da ilha da Boa Vista, e foi lançado pela editora Alemã Omniscriptum no passado dia 28 de Janeiro.

“Este trabalho faz um estudo de acordo com o panorama de penetração de 50 % de energia renovável em Cabo Verde estabelecido pelo anterior Governo em 2015. A ideia deste estudo é ver o que vai acontecer com a rede em termos de segurança técnica, se forem injectados os 10,2 MW de energia eólica na rede de Boa vista, conforme estava previsto” explicou.

Os resultados obtidos, afirmou, poderão ter um papel “muito importante” na formulação do planeamento energético nacional para os próximos anos, e caso for aplicado poderá trazer “algum benefício ao país”, uma vez que, sublinhou, “a energia eólica é um vector estratégico para o seu crescimento económico”.

Conforme o investigador, o estudo foi feito com base nos registos SCADA da rede eléctrica do ano de 2015, disponibilizado pela empresa AEB (Empresa gestora da rede em estudo), em que foi analisado como é que funcionava a rede em 2015 e ainda foi feita uma simulação para o cenário de 2020 de acordo com a injecção de 10,2 MW de energia.

“O presente trabalho teve como objectivo conhecer os limites de injecção segura de potência eólica na rede MT de 20 kV da ilha da Boa Vista, tendo por base o seu plano de investimento até 2020. Estudou-se a estabilidade da rede e avaliar os impactos da penetração eólica”, disse.

Com este estudo, ajuntou, confirmou-se também que a penetração da potência eólica prevista para 2020 não traz problemas de estabilidade e nem de segurança dinâmica a nível de tensão na rede, e que com a injecção de energia eólica haverá maior flutuação de potências nas horas de vazio do que nas horas de ponta.

Confirmou-se ainda que a rede é capaz de suportar um aumento de 32% (10,2MW) de penetração de potência eólica instalada e que a topologia do gerador eólico utilizado nos parques eólicos do país oferece boa integração em termos de estabilidade de tensão.

No livro em apreço, o autor recomenda algumas estratégias para Cabo Verde maximizar a penetração de energia renováveis na rede eléctrica, nomeadamente reduzir as perdas técnicas, trabalhar na fiscalização das redes de distribuição, formar recursos humanos nesta área, aproveitar as potencialidades que Cabo Verde tem sobre a tecnologia NZEB (Nearly Zero Energy Buildings) de modo a maximizar a eficiência energética.

Neste momento, o livro está disponível apenas para o autor comprar com o preço de 61 Euros, mas a editora oferece um desconto de até 70%, e, posteriormente o mesmo estará disponível no site da “Amazon” para a venda geral.

Patrício Fernandes Andrade, que se encontra de visita a Cabo Verde para estabelecer contactos, disse à Inforpress que quer aproveitar este desconto fornecido pela editora para comprar uma certa quantia do livro, com vista a divulgar o seu trabalho no mercado de Cabo Verde e de Portugal.

Mas para isso, o investigador está à procura de fundos financeiros e por outro lado, está a fazer alguns contactos com o intuito de apresentar “brevemente” a sua obra em Cabo Verde.

Patrício Fernandes Andrade trabalha actualmente no projeto de I&D (Investigação & Desenvolvimento) na área de Energias Renováveis e Eficiência Energética no Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ) – Portugal.

AM/FP

Inforpress/Fim