Literatura: Alisa Andrade Lopes lança seu primeiro livro intitulado “Amor, Arte de Viver” (c/áudio)

Cidade da Praia, 12 Fev (Inforpress) – “Amor, Arte de Viver” é a primeira obra literária da jovem escritora Alisa Andrade Lopes, que será dada à estampa no dia 22 Fevereiro na Biblioteca Nacional, na Cidade da Praia.

Formada em psicologia pela Southwest University na China, Alisa Andrade Lopes, apelidada carinhosamente de “Astral”, pelos amigos do grupo de capoeira, a que pertence, começou a escrever poemas desde criança para o mural da escola e para os colegas que queriam enviar mensagens românticas aos amigos e namorados.

Entretanto, foi aos 13 anos de idade – conforme diz -, que esta jovem, uma das fundadoras do grupo de circo “Enigma”, começou a levar isso mais a sério, e aos 16 anos resolveu mostrar ao primo dela um dos seus poemas “De que adianta”.

Nessa altura, revela, ficou surpresa e “embaraçada” porque nem o primo nem a sua própria mãe “acreditaram” que ela escrevia deste jeito e que tinha talento para isso.

Mais tarde, em 2013, Alisa Andrade Lopes teve a oportunidade de ir estudar na China onde se formou numa das suas grandes paixões, a Psicologia.

Conforme revelou à Inforpress, na China, já contando com 26 primaveras e sendo amante da arte, sentiu-se “incentivada” por amigos, escritores e artistas conhecidos, a compilar todos os seus poemas escritos desde os 13 anos e transforma-los num livro.

“Foi quando eu me percebi o poder das minhas palavras, que eu vi também que já não os podia guardar mais só para mim” desabafou, explicando que foi dali é que nasceu a obra “Amor, Arte de Viver”, com o subtítulo “Viver por amor é uma arte e amar é uma arte”, uma forma que a autora encontrou, segundo disse, para “afogar todas as suas mágoas, incompreensões e sentimentos…”.

“Esse livro é um pedaço da minha alma e insere todo o processo por que passei ou que vivenciei e pelos lugares por onde andei, e até trás a compreensão de que viver por amor é uma arte e amar é uma arte de viver”, contou Alisa à Inforpress, realçando ainda, que a sua obra fala não só do amor entre homens e mulheres, mas também do amor-próprio, do amor à vida, “e amar tudo o que está à nossa volta”.

Com 121 poemas espalhados pelas 236 páginas, o livro em apreço está dividido em 10 capítulos, retratando temas como, “Compreendendo o amor e o sentimento”, “Poemas de menina”, “Paixão”, “Amizade”, “Amor e Mulher”, “Amor ou Ilusões”, “Incompreensões”, “Amor, dores e sofrimentos”, “Acredite” e “A vida, a Felicidade e o Amor”.

Na sua obra, a jovem aconselha as pessoas a fazerem do amor uma arte e amar de uma forma mais pura e verdadeira, “desconectando-se” de tudo que lhes trás a mágoa.

“Devemos fazer do amor uma arte com dedicação e tentar compreender e expressar o verdadeiro sentimento”, desabafa em jeito de aconselhamento…

Nesta entrevista em exclusivo, Alisa Andrade Lopes revelou ainda à Inforpress que tem material suficiente para editar mais três livros de poesia.

“Amor, Arte de Viver” vai ser lançada no dia 22 na Cidade da Praia, e posteriormente será dada à estampa também em Portugal (Lisboa e Porto) e depois na China.

Alisa Andrade Lopes concluiu o ensino superior em 2018, mas em 2017 teve o “prazer” de trabalhar com duas coisas que ama – a psicóloga e a arte, uma vez que fez o seu estágio no Brasil, na Escola Circo Crescer e Viver.

Durante o seu estágio, no Rio de Janeiro, a jovem psicóloga e escritora trabalhou com crianças desfavorecidas vindo das favela e crianças de classe media.

Em Agosto de 2018, Alisa Andrade regressou a Cabo Verde, onde tem se envolvido em projectos sociais junto de associações comunitárias de diversos bairros da capital.


AM/FP

Inforpress/Fim