ICIEG capacita comunidade estudantil no combate à problemática da igualdade e da prevenção da VBG

Cidade da Praia, 09 Fev. (Inforpress) – O ICIEG adopta o teatro como um dos métodos pedagógicos para sensibilizar a comunidade estudantil no combate à problemática da igualdade e da prevenção da Violência Baseada no Género (VBG).

A este propósito, a Escola Secundária Manuel Lopes, na localidade da Calabaceira, foi o palco escolhido este sábado pelo Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade do Género (ICIEG), para em parceria com a cooperação espanhola, promover uma actividade “Actuando contra a VBG”.

Forma encontrada no sentido de engajar os docentes e discentes do secundário na problemática da igualdade e da prevenção da VBG, através de actuações com os grupos teatrais “Fladu Fla” e “CV Noia”.

Estes dois conhecidos grupos teatrais abordaram a problemática da VBG, nomeadamente a violência no namoro, temas escolhidos propositadamente com “fins pedagógicos e lúdicos na transmissão de valores, na promoção da mudança de mentalidades sobretudo na desconstrução de estereótipos de género em Cabo Verde”.

A presidente do ICIEG, Rosana Almeida, enalteceu a importância desta “proposta bem diferente”, realçando ser necessário procurar diferentes formas de comunicação com o intuito de prevenir a sociedade, quanto mais que a cultura se afigura como um meio de intervenção social com grande potencial pedagógico.

Isto porque o ICIEG considera que “o sector da educação e as comunidades constituem áreas de intervenção chave, e a inclusão de alunos e alunas como motores para a mudança de atitudes e comportamentos é crucial”.

Já em Janeiro esta instituição esteve em três escolas do interior do país e formou cerca de 400 pessoas entre docentes e discentes deste nível de ensino, visando engajar os jovens através da consciencialização, utilizando outros meios pedagógicos.

SR/ZS

Inforpress/Fim