Governo cria fundo de incentivo para financiar projectos de gestão e desenvolvimento ao ensino e aprendizagem

Cidade da Praia, 22 Nov (Inforpress) – A ministra da Educação, Maritza Rosabal, anunciou hoje que o Governo introduziu no Orçamento do Estado para 2019, o fundo de incentivo para financiar projectos de gestão e desenvolvimento ao ensino e aprendizagem.itza

A garantia foi dada durante a reunião da Comissão Especializada de Educação, Cultura, Saúde, Juventude, Desporto e Questões Sociais, no quadro da apreciação do Orçamento Geral de Estado para o ano económico de 2019, que aconteceu na Cidade da Praia.

De acordo com a governante, o fundo para financiar projectos que estimulem o reforço da gestão e desenvolvimento ao ensino e aprendizagem, visa criar condições e assegurar melhores resultados no próximo ano lectivo.

“Por exemplo, temos verbas para desenvolver as olimpíadas de matemática, da língua portuguesa, que são formas de fazer com que a apetência e o envolvimento nos processos de ensino melhorem os resultados”, indicou.

Referiu que esta mesma dinâmica se estende á outras áreas, como o projecto selo de qualidade, iniciativas das escolas em apresentarem trabalhos nas mais diversas áreas que desenvolvem.

Outro aspecto abordado pela ministra da Educação, Família e Inclusão Social, está relacionado ao aumento de bolsas de estudo para o ensino superior, que passa a contar com 1.048 atribuições.

“Se anteriormente tínhamos como beneficiados a rondar os 600 e mais alguma coisa, agora aumentamos essa cifra para 1.048, incluindo a atribuição para pessoas portadoras de deficiência”, garantiu.

Maritza Rosabal congratulou-se ainda com a “criteriosa e cuidadosa” gestão do fundo dedicado às bolsas de estudo, permitindo todas as dívidas acumuladas de 2013, no pagamento das propinas fossem saldadas, graças também às negociações com instituições de ensino superior.

HR/CP

Inforpress/Fim