Governo comprometido em fazer de Santiago Norte uma referência no turismo – primeiro-ministro

Achada Igreja, 12 Jan (Inforpress) – O primeiro-ministro disse hoje, em São Salvador do Mundo, que o Governo está “empenhado e comprometido” em fazer de Santiago Norte “uma referência” de um “turismo diferente” para Cabo Verde, e “total abertura e apoio” aos que queiram investir.

Falando no final de um périplo de uma semana que realizou ao interior de Santiago Norte, que contemplou todos os seis municípios (Santa Cruz, São Miguel, Tarrafal, Santa Catarina, São Lourenço dos Órgãos e São Salvador do Mundo), Ulisses Correia e Silva afirmou que a sua visita objectivou “dar visibilidade” às realizações relativas ao turismo existentes na região.

O chefe do Executivo, que visitou hoje vários empreendimentos e projectos turísticos nos municípios de São Lourenço dos Órgãos e São Salvador do Mundo, disse ter constatado que há empreendedores, pessoas com projectos e com vontade de investir, que tudo está funcionar e que ainda há procura por parte dos turistas pela região.

Nesse sentido, assegurou que o Governo, através de instituições com esta vocação, mormente Pró-Empresa, Instituto de Emprego Formação e Profissional (IEFP), Fundo de Turismo e Direcção do Turismo vão apoiar e empoderar os empreendimentos existente em Santiago Norte, com o intuito de aumentar as suas qualidades.

Conforme sustentou, tendo em conta que “em todos os municípios há potencialidades turísticas”, a mesma fonte, que convidou os privados a investirem no sector do turismo em Santiago Norte, prometeu também criar todas as condições aos mesmos, através das instituições do Estado, para que possam ter qualidades.

“Em Santiago Norte não existe apenas potencialidades turísticas (…), o turismo já é uma realidade”, garantiu, referindo-se ao turismo rural e integrado no ambiente que se encontra em crescimento nessa região.

O chefe do Executivo congratulou-se com o facto de os municípios estarem engajados nesse processo, sobretudo por terem no centro de intervenções a criação da economia e ainda pelo facto de existir empreendedores e jovens com projectos a nível do sector do turismo.

Na sua opinião, estando os empreendedores e as instituições do Estado alinhados e com foco na economia, vai-se criar emprego e rendimentos, condições, precisou, para que se possa reduzir de forma sustentável a pobreza existente no país, particularmente em Santiago Norte.

O primeiro-ministro destacou o facto de estar previsto a criação de Central de Compras em Santa Cruz, que conta com envolvimento de todos os seis municípios, do Governo e da Associação do Turismo de Santiago (ATS), para garantir a qualidade dos produtos a serem distribuídos aos hotéis e aos turistas.

Apontou ainda a criação de uma incubadora de negócios em Santa Cruz como outro instrumento que vai melhorar a qualidade de produção e de prestação de serviço dos empreendimentos existentes em Santiago Norte.

“A conclusão é que trabalhando em conjunto, câmaras municipais, Governo, através de Pró-Empresa, IEFP, e dos fundo do Turismo e Ambiente vamos conseguir de facto dar respostas para aquilo que são as necessidades e criar um ambiente muito mais favoráveis para que tenhamos cada vez mais empreendedores e pessoas com disponibilidades para investirem”, enfatizou.

Em São Salvador do Mundo, além de visitar empreendimentos e projectos, Ulisses Correia e Silva presidiu a inauguração da Rua Amâncio Vieira, em Achada Leitão.

Por sua vez, o presidente da ATS, Eugénio Inocêncio, instituição responsável por esta deslocação do primeiro-ministro, que se fez acompanhar de alguns ministros, dos presidentes do Fundo do Turismo, do IEFP e da Pró-Empresa, fez um “balanço positivo” deste périplo do chefe do Governo ao interior de Santiago.

Na mesma linha, destacou a criação da Central de Compras e a incubadora como importantes para se atingir a qualidade e para desenvolver os projectos-piloto existentes, cujo empreendimento “Quinta da Vovó Joana” em Babosa é o primeiro a se avançar.

FM/AA

Inforpress/Fim