Estamos a fazer um forte investimento a nível da saúde na ilha do Sal – ministra

Espargos, 16 de Set. (Inforpress) – A ministra da Justiça e do Trabalho asseverou sábado, no Sal, durante a cerimónia de comemoração do Dia do Município, a que presidiu, que o Governo está a fazer “um forte” investimento a nível da saúde na ilha.

“Estamos cientes de que o sector precisa melhorar a sua capacidade de resposta. Para isso, estamos a contar que a aquisição de equipamentos de diagnóstico para reforçar os hospitais nacionais em curso, vai, seguramente, melhorar as capacidades de resposta”, prognosticou, anunciando que o Governo já conta com financiamento “garantido” pelo Governo da Bélgica, estando confiante que a breve trecho, estarão no país todos os equipamentos.

A governante, augura, por outro lado, para Agosto de 2019, o novo Centro de Saúde de Santa Maria, infra-estrutura construída de raiz, financiado pelo Governo, através do Fundo do Turismo, em cerca de 220 mil contos para, conforme disse, servir a população mas também para responder aos anseios dos operadores turísticos e autoridades sanitárias.

“Esta nova unidade de saúde está enquadrada num projecto maior que consiste em dotar a ilha de melhores serviços de saúde tendo em conta não só a segurança sanitária mas também a segurança turística”, frisou, anunciando planos também para o posto sanitário de Pedra de Lume e a unidade sanitária da Palmeira.

Fazendo-se mais uma vez presente, em representação do Governo, nas actividades de comemoração do Dia do Município do Sal, Janine Lélis, considerou o facto de a efeméride permitir partilhar a avaliação da ilha, seus desafios, ganhos e perspectivas para o futuro.

Asseverou que os dados evidenciam um crescimento e demonstram que é preciso continuar a promover os investimentos necessários com vista a tornar a ilha um destino turístico internacional, sustentável e seguro.

“A partir destes investimentos, conseguiremos o crescimento económico e social almejados, pois são estes que pela entrada de divisas e pelas infra-estruturas contribuem para a promoção do emprego, em particular na ilha onde se alicerça um dos eixos estratégicos para o desenvolvimento económico, com evidente reflexo macro económico e no PIB do país”, referiu.

Tendo isso em linha de conta, a governante disse ser “fundamental” continuar a apostar na melhoria do destino, na qualidade de vida dos munícipes, com particular enforque nas questões ambientais, de segurança, habitação digna, educação e da saúde.

“Ciente disso, o Governo está a fazer grandes e importantes investimentos, investimentos que são estratégicos e que foram arquitectados para o empoderamento da ilha e de Cabo Verde pelo efeito e importância já referida no crescimento económico”, acentuou.

Janine Lélis concluiu a sua intervenção, assegurando que o Governo está determinado no que respeita à requalificação urbana na ilha do Sal em parceria com a Câmara Municipal, informando que de 2017 a 2021, o executivo prevê investir através do Fundo do Turismo cerca de 2,5 milhões de contos em requalificação urbana por forma a promover um turismo de inclusão.

“Nós todos queremos, sem sombra de dúvidas, uma ilha organizada, aprazível e que nos orgulha a todos”, finalizou.

SC/ZS

Inforpress/Fim