Cigef quer implementar novas estratégias de actuação para promover a igualdade de género (c/áudio)

Cidade da Praia, 20 Dez (Inforpress) – O Centro de Investigação e Formação em Género e Família (Cigef), da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), quer implementar novas estratégias de actuação,capazes de promover a igualdade de género, anunciou hoje a directora da organização.

Clementina Furtado manifestou essa preocupação à imprensa, à margem do encontro promovido pela Cigef, para a reflexão sobre os alcances e os desafios ao longo dos dez anos de existência, que aconteceu na Ribeira Grande de Santiago.

Abordando os recentes casos de feminicidios no País, a responsável disse que as estratégias têm que “ter o impacto” que o centro deseja, tendo em conta que os acontecimentos dos últimos tempos mostram “uma certa incapacidade” e uma necessidade de reflectir o que se pode fazer, para “evitar situações extremas” como essas.

“Há uma preocupação de apostar no reforço da educação, já estamos escolarizando as pessoas, mas entretanto não é suficiente, temos que reforçar a parte da formação pessoal para a cidadania”, defendeu, justificando que só a actuação do Ministério da Educação e a família não chega, pois trata-se de um trabalho conjunto com a sociedade.

Apontou que um dos “grandes desafios” é a aposta no trabalho de pesquisa, permitindo que dados possam influenciar políticas publicas.

“Vamos lançar brevemente um estudo sobre dinâmicas familiares e novas conjugalidades, com muitos elementos, outro sobre a violência no meio escolar, que irá reflectir no plano de combate a violência nas escolas e, isso que é nosso propósito, ou seja realizar pesquisas, para propor acções a serem implementadas pelo Governo”, sintetizou.

Quanto à reflexão sobre os trabalhos da CIGEF, a directora referiu que o “grande ganho” é o reforço da equipa, que conta e neste momento com uma direcção, dois coordenadores responsáveis para a investigação e para a formação, 15 técnicos, além de extenso número de estudantes.

O Centro de Investigação e formação em Género e Família é uma unidade orgânica da Uni-CV, que foi criado em 2008, cujos objectivos visam promover a transversalizacão de género a nível da academia e da sociedade cabo-verdiana, o combate à VBG e a promoção da igualdade de género.

HR/AA

Inforpress/Fim