Brexit: Deputados britânicos rejeitam qualquer possibilidade de saida sem acordo

Londres, 13 Mar (Inforpress) – O parlamento britânico rejeitou hoje uma saída do Reino Unido da União Europeia sem um acordo, em qualquer circunstância, com a estreita margem de apenas quatro votos, com 312 a favor da proposta e 308 contra.

O Governo tinha apresentado uma moção rejeitando a saída sem acordo a 29 de Março, mas antes de esta ser submetida a votação, os deputados votaram e aprovaram uma proposta rejeitando a saída sem acordo em qualquer circunstância ou momento.

Este desenvolvimento levou o Governo a dar indicação aos deputados do Partido Conservador, que apoia o executivo, para votarem contra a sua própria moção, emendada, mas sem sucesso.

A moção acabou por ser aprovada, com 321 votos a favor e 278 contra, reforçando a mensagem do Parlamento de que não quer um ‘Brexit’ sem acordo.

Também na sessão de hoje a Câmara dos Comuns votou uma emenda pedindo a extensão do Artigo 50 até 22 de Maio e um período de transição até ao fim de 2021, sem compromisso em relação à cláusula irlandesa (‘backstop’) e que foi rejeitada por 374 votos contra e apenas 164 a favor.

Os deputados deverão agora pronunciar-se na quinta-feira, na terceira votação da semana, sobre um pedido de adiamento “limitado” do ‘Brexit’, para o que dependerão do aval da UE, que está a pressionar o Reino Unido para especificar o que pretende fazer com esse tempo extra.

Se este texto for aprovado e a União Europeia der o seu acordo o Reino Unido não abandonará a UE a 29 de Março como está previsto.

As moções hoje apresentadas surgiram após o parlamento britânico ter chumbado na terça-feira, pela segunda vez depois de uma votação em Janeiro, o Acordo de Saída do Reino Unido da UE, desta vez com 391 votos contra e 242 votos a favor, uma margem de 149 votos, incluindo 75 de deputados conservadores.

Lusa/Inforpress

Fim