Está em... Home Ambiente Ciclone “Humberto”: Ilhas mais ocidentais continuam com instabilidade atmosférica

Ciclone “Humberto”: Ilhas mais ocidentais continuam com instabilidade atmosférica

Cidade da Praia, 11 Set (Inforpress) – Cabo Verde continua sob influência do ciclone tropical “Humberto” e, nas próximas horas, as zonas de maior risco manter-se-ão Fogo e Brava e Santo Antão e São Vicente, informou hoje à tarde o INMG.

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) emitiu um quarto alerta que anuncia para quinta-feira a continuação da ocorrência de precipitações dispersas de intensidade variável nas restantes ilhas.

O INMG refere que, às 14:00 de hoje, o centro do ciclone situava-se a 16.0º N e 29.0 W, aproximadamente a 520 km a oeste, afastando-se “um pouco” do arquipélago.

Os ventos atingiram valores máximos entre 130 e 160 km/h, enquanto o ciclone se deslocava para norte/noroeste a uma velocidade de cerca de 15Km/h.

O alerta nº 4 do INMG confirma que, nas últimas 24 horas, Fogo e Brava e Santo Antão e São Vicente foram as ilhas onde se registou alguma instabilidade atmosférica, mas também alguma melhoria progressiva da intensidade do vento e do estado do mar.

Inforpress/Fim