Xadrez: Cabo Verde vai às Olimpíadas de Batumi na Geórgia

Cidade da Praia, 27 Ago (Inforpress)  – Cabo Verde vai estar representado na 43ª Olimpíada de Xadrez,  de 23 de Setembro a 06 de Outubro, em Batumi (Geórgia), com uma delegação composta por quatro xadrezistas, chefiada pelo presidente da Federação Cabo-verdiana de Xadrez (FCX).

Para participação inédita de Cabo Verde numa Olimpíada de Xadrez,  de acordo  a direcção da FCX, a federação seleccionou os melhores classificados na final do CNIA 2018,que se juntam ao seu presidente, para participar no congresso.

A equipa cabo-verdiana encontra-se inscrita nesta prova internacional desde 11 de Julho, isto é, 12 dias antes do fim do prazo inicialmente estipulado para a inscrição ou alteração das equipas pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE), que subsidia a deslocação da comitiva cabo-verdiana, em 440 mil escudos, para custear parte do montante total avaliado em 860 mil escudos.

A restante verba, segundo explicou o presidente da FCK, Francisco Carapinha, é disponibilizada pela Direcção-Geral do Desporto (300 mil escudos) e Comité Olímpico Cabo-verdiano (120 mil escudos).

Ainda assim, a FCK está a negociar com outros parceiros para custear outras despesas surgidas, mas “inicialmente não previstas ou não consideradas” como vistos de trânsito em Moscovo, alojamento e refeições durante as escalas aeroportuárias, seguro obrigatório e alojamento na Geórgia, viagens São Vicente/Praia, assim como  vistos para Geórgia.

A adesão de Cabo Verde  à Federação Internacional de Xadrez (FIDE) foi votada e aprovada por unanimidade durante o 87º congresso desta organização que regula o xadrez mundial, realizado a 11 de Setembro de 2016 em Baku (Azerbaijão).

SR/AA

Inforpress/Fim