sar���±yer haberleri �¼sk�¼dar evden eve nakliyat Riverdale Konusu

Ulisses Correia e Silva faz primeira visita aos EUA como chefe do Governo com reforço da cooperação na agenda

 

Cidade da Praia, 14 Set (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, desloca-se, na próxima segunda-feira, 18, pela primeira vez, aos Estados Unidos da América (EUA), enquanto chefe do Governo, e leva o reforço da cooperação na sua agenda de trabalho.

Acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Luís Filipe Tavares, o chefe do Executivo tem como primeiro ponto da agenda a sua participação e discurso na 72ª Sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, a ter lugar na cidade de Nova Iorque, no dia 22 de Setembro, segundo informações disponibilizadas pelo Governo.

Para além de discursar no evento, Ulisses Correia e Silva terá encontros bilaterais “ao mais alto nível” com os chefes de delegação dos países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), com o Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, entre outros.

Para o reforço da cooperação, conforme a mesma fonte, o primeiro-ministro tem agendado outros vários encontros bilaterais e audiências com altas individualidades norte-americanas, sendo que no dia 24 de Setembro irá assinar, em Washington, o acordo SOFA (em inglês -Status of Forces Agreement), que define o estatuto das Forças Armadas norte-americanas em território cabo-verdiano, por ocasião de exercícios militares conjuntos.

“Esta será a primeira visita de José Ulisses Correia e Silva enquanto chefe do Governo cabo-verdiano aos Estados Unidos, nosso parceiro de vanguarda e com o qual Cabo Verde está a concentrar esforços e energias para promover o reforço e o desenvolvimento de mecanismos eficazes de cooperação”, sublinhou o Governo.

Entre os domínios da cooperação, estão, ao nível federal e descentralizado, nos domínios da consolidação da democracia, da melhoria do ambiente de negócios, da paz e da segurança, da promoção do investimento privado americano e da Diáspora no arquipélago e da melhor integração da maior comunidade cabo-verdiana no mundo, residente naquele país.

O Estado de Cabo Verde quer “preservar e desenvolver” as relações com os EUA que já se “consolidaram”, mas agora quer privilegiar a implicação acentuada da comunidade cabo-verdiana nos negócios e investimentos em Cabo Verde, facilitada por incentivos especiais, acreditado que é possível atribuir essas relações uma dimensão mais diversificada.

Neste sentido, o Executivo é de opinião que o turismo, a exportação ao abrigo da iniciativa AGOA, o conhecimento e tecnologia, bem como a conclusão da aliança estratégica de segurança para reduzir as vulnerabilidades do país face ao crime organizado, sem descurar as tentativas de se ver eleito a um eventual 3º Compacto do MCA, serão o “foco” dessa cooperação.

Entretanto, Ulisses Correia e Silva vai aproveitar a sua estada naquele país para manter contactos com comunidades cabo-verdianas em várias cidades, e no dia 30 de Setembro irá participar I Gala “Cabo Verde de Sucesso”, que será presidida pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, em Boston.

A finalidade do evento é distinguir cabo-verdianos e descendentes de cabo-verdianos que se destacam na sociedade americana, na actividade política, empresarial, académica, científica, desportiva, cultural, na medicina, entre sectores.

DR/JMV

Inforpress/Fim

otomobil blogu