Tudo a postos para o arranque do Kavala Fresk Feastival – organização

Mindelo, 14 Jul (Inforpress) – A organização do Kavala Fresk Feastival tem “tudo pronto” para o arranque, às 12:00, da VI edição, e promete “muita diversidade” de pratos de cavala nos 48 espaços de restauração.

Em cincos anos de existência o festival atingiu, conforme Josina Fortes, uma dimensão nunca antes esperado pela organização, já que “tudo aconteceu em muito pouco tempo”.

“Isso apesar de, desde o início, termos planeado tudo com muito cuidado, inclusive a internacionalização do festival”, explicou membro da Mariventos, empresa promotora do evento.

Assim, conforme esta responsável, colhe-se agora os frutos, com “ganhos” como a “diplomacia gastronómica” conseguida neste ano, que permitiu o intercâmbio entre Chef de Cabo Verde e de outras regiões do mundo.

Uma troca de experiências que aconteceu nesta quinta-feira, com os Chef de Marrocos, Índia e Macau a confeccionarem pratos de peixes e os locais a ocuparem-se da doçaria, e, na sexta-feira, com o workshop gastronómico.

“Os Chef que trouxemos estão a adorar a experiência, adoraram até o nosso mercado de peixe que dizem ter muita vivacidade e diversidade de peixe”, declarou Josina Fortes, para quem a iniciativa se mostra “um bom pontapé de saída” para o Kavala Fresk Feastival marcado para iniciar a partir do meio-dia de hoje.

Assim, com alguns dias de antecedência, a Mariventos começou a montar as estruturas que hoje vão estar a postos para receber, entre outras actividades, os 48 espaços de restauração para “pexe na prote”, pexe na braza”, mercado gourmet e Karnavala, este último explorado pelos grupos de carnaval da ilha.

“A nossa maior preocupação é com a gastronomia e ao que parece neste ano não vamos ter problemas com quantidade de cavala, que poderá ser degustada de diversas formas”, regozijou a mesma fonte.

Josina Freitas confirmou a presença desde quarta-feira da cantora de jazz Kavita Sha que, ao lado do guitarrista Bau, será protagonista no “kavala na mei de mar”, um passeio de barco na baía do Porto Grande com música ao vivo.

Como outros atractivos, o festival traz ainda para os sanvicentinos e visitantes actividades desportivas como corrida de bote e natação, desfiles de moda,  Kavala &Muska com  The Legend, Mamadou Sulabanko, Débora Paris e Jorge Sousa e Kavala Party, com actuação de DJ.

Um leque de actividades que não terminam por aí e que tem arranque a partir do meio-dia com um performance, iniciada em frente do mercado de peixe, protagonizada pela Escola de Dança Noelisa Santos.

Ano passado, por ocasião da V edição, de acordo com dados avançados pela organização, 41 mil pessoas passaram pela Avenida Marginal durante o dia do Kavala Fresk Feastival, que envolveu ainda 32 músicos, dois DJ, 56 performers, 47 restaurantes, sete passeios de bote e 23 modelos, para um staff de 80 pessoas.

Na 1ª edição, realizada em Julho de 2013, a organização estimou que mais de 10 mil pessoas passaram pelo roteiro gastronómico da Avenida Marginal, e consumiram cerca de três mil quilogramas de cavala, altura em que o evento foi distinguido com o Green Project Awards, na categoria de Iniciativa de Mobilização.

Em Outubro de 2014, a Mariventos, organizadora do festival, marcou presença no Slow Food International, em Milão, Itália, e mais tarde participou na mostra “Peixe em Lisboa”, da Docapesca, Portos e Lotas, em Lisboa, Portugal.

LN/AA

Inforpress/Fim