Inicio Desporto Travessia a remo São Vicente/ Santo Antão – “Um dia o Remex...

Travessia a remo São Vicente/ Santo Antão – “Um dia o Remex pode tornar-se num campeonato mundial” – organização

Mindelo, 08 Ago (Inforpress) – A organização da travessia a remo e em prancha São Vicente/Santo Antão almeja internacionalizar este evento, concluído hoje por seis participantes que fizeram o percurso de nove milhas em tempo recorde de cerca de 2: 29.

Conforme adiantou o porta-voz, José Lopes, à imprensa, a segunda edição do Remex, concretizada hoje, afigurou-se “uma experiência incrível”, ainda mais pelo feito conseguido de diminuir o tempo em mais de três horas face à duração da travessia no ano passado, para 2:29 alcançado agora.

“Foi uma experiência que fomos ganhando no dia-a-dia, se treinarmos mais é capaz que o façamos em 1:30”, assegurou José Lopes para quem este objectivo vai depender também de “mais apoios” obtidos nas próximas edições.

Por agora puderam contar com a parceria da Guarda Costeira, do Instituto Marítimo e Portuário (IMP) e outras instituições que permitiram que o trajecto acontecesse sem “nenhuma dificuldade” de maior, a não ser de os participantes terem “braços para remar”, durante nove milhas e em mar aberto.

Um desafio que José Lopes convida pessoas de outras ilhas a abraçarem, tanto porque, “um dia o Remex pode vir a tornar-se num campeonato mundial, com a participação também de pessoas vindas do estrangeiro”, aventou.

O grupo de seis remadores foi recebido em Santo Antão pelo vereador da Potecção Cívil e por uma “grande equipa” que os deu as boas-vindas com atendimento médico, logo à chegada, água para tomarem banho e alimentação.

Este gesto, segundo palavras de um nadador-salvador que participou da iniciativa, “fez recompensar todo o cansaço pelo qual passaram”.

O percurso de volta a São Vicente dos participantes do Remex 2018 foi feito a bordo de uma das embarcações da Guarda Costeira.

LN/FP

Inforpress/ Fim