TIC é a próxima área de cooperação entre Coreia do Sul e Cabo Verde – embaixadora

Cidade da Praia, 14 Abr (Inforpress)- A embaixadora sul-coreana acreditada em Cabo Verde, Kim Hyo-eun Jenny, apontou hoje a área da tecnologia de informação e comunicação (TIC) como sendo um dos próximos passos na cooperação entre Cabo Verde e a Coreia do Sul.

A diplomata da Coreia do Sul, residente em Dakar, falava hoje em declarações à Inforpress, no âmbito do 30º aniversário da relação de cooperação e amizade entre Cabo Verde e a Coreia do Sul, em que será assinalado com um espectáculo de música e dança, este domingo, 15, no Auditório da Assembleia Nacional, na Cidade da Praia.

Desde Abril de 2016, que Kim Hyo-eun Jenny é embaixadora da República da Coreia em seis países da África Ocidental (Senegal, Gâmbia, Guine, Guiné-Bissau, Mali e Cabo Verde), desempenhando “um papel fundamental” no aprimoramento das relações bilaterais entre a Correia e esses países.

Segundo disse, cada vez mais coreanos estão interessados em investir nesta parte da África, e este evento cultural, na perspectiva da diplomata, será muito importante para actualizar a relação entre Cabo Verde e a Coreia do Sul.

“A cultura é um motor que nos faz comunicar com o mundo. Os coreanos e os cabo-verdianos podem se entender melhor e vai contribuir para fortalecer as relações entre os dois países. Estou muito grata em realizar este certame e penso que vamos melhorar a nossa cooperação futuramente”, disse.

Kim Hyo-eun Jenny considerou que Cabo Verde tem apostado muito no turismo e no sector da pesca e marítimo, mas que também os jovens têm demonstrado um forte interesse para a área da tecnologia de informação e comunicação.

Neste sentido, comprometeu-se em continuar a fazer o seu trabalho para que, conjuntamente, os dois países possam fortalecer as relações entre si, sobretudo, na área da inovação.

Em relação ao espectáculo de música e dança, organizado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e a Embaixada da Coreia do Sul no Senegal, informou que este vai contar com actuação do grupo de dança Raiz de Polon e actuação musical de N’Du Carlos e banda, da parte cabo-verdiana e ainda música tradicional sul-coreana e B-Boys.

O grupo de música tradicional sul-coreana espera que os cabo-verdianos deliciem com as suas músicas coreanas e prometem surpreender o público com a interpretação de uma das canções de Cesária Évora, durante o espectáculo.

AM/JMV

Inforpress/Fim