Tarrafal: Localidade de Achada Meio ganha estrada, centro comunitário e Unidade Sanitária de Base

Tarrafal, 12 Jan (Inforpress) – A localidade de Achada Meio, em Tarrafal (Santiago), ganhou hoje uma estrada de penetração de dois quilómetros, um centro comunitário e uma Unidade Sanitária de Base (USB), construídos pela autarquia, em parceria com o Governo e a Bornefonden.

O acto de inauguração das obras, enquadradas nas festividades do Dia do Município e santo padroeiro Santo Amaro Abade, que se assinala a 15 de Janeiro, foi co-presidido pelo edil, José Nunes Soares, e pela ministra das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva.

A estrada, que inicia a partir de Bole até Achada Meio, numa extensão de dois quilómetros (no território do Tarrafal), está orçada em 10 mil contos e contou com apoio do Governo, através do Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades (PRRA).

Já o centro comunitário, que vai albergar o jardim infantil e que vai servir de espaço para jovens locais com Internet e televisão com vários canais e a USB, contaram com apoio da organização não-governamental (ONG) dinamarquesa Bornefonden, no valor de 2.500 contos.

Para o presidente da câmara, José Soares, a estrada, ora inaugurada uma das reivindicações antigas da população, vai desencravar aquela zona, melhorar as condições de vida da população e trazer novos investimentos, principalmente dos emigrantes.

Em relação à reabilitação da USB, fez saber que a mesma agora tem mais-valias, com casas de banho funcionais.

O autarca destacou o facto da realização das obras ter contado com empreiteira, mão-de-obra e materiais (paralelos) locais.

O edil admitiu que ainda falta por resolver o problema de água, mas asseverou que já estão a trabalhar com a empresa de Águas de Santiago (AdS) e que até finais deste mês o mesmo vai estar solucionado.

Por seu turno, a ministra das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, disse que essa infraestrutura, que já desencravou aquela localidade, vai mudar, igualmente, a vida da população.

Questionado para quando o arranque da segunda fase da estrada que fica situada no território do concelho de Santa Catarina com início de cemitério de Figueira das Naus-Bole, a ministra, sem avançar a data, fez saber que o Governo esta disponível para ajudar a edilidade santa-catarinense, mas que quem define as prioridades dentro do PRRA são as autarquias.

Já os moradores mostraram-se satisfeitos com a obra, tendo apontado a construção de uma placa desportiva para os jovens e problemas de água, como outras reivindicações antigas, que querem ver solucionadas.

Ainda no âmbito das festividades de Santa Amaro Abade, a edilidade tem programado para esta sexta-feira, a inauguração de uma rua em Bilimboa, abertura de feira e homenagem aos artesãos de Trás-os-Montes, encontro com imigrantes e entrega de uma embarcação para a Polícia Nacional (PN) para o reforço de salvamento e patrulhamento.

Já para sábado, 13, constam da programação uma sessão solene, lançamento de algumas obras e encontro com os emigrantes tarrafalenses na diáspora.

FM/CP

Inforpress/Fim