Situação dos transportes aéreos inquieta comunidade cabo-verdiana nos EUA – Jorge Santos

Cidade da Praia, 16 Jul (Inforpress) – “A situação da transportadora aérea nacional (TACV), o sistema alfandegário e a segurança” constam das questões que inquietam a comunidade cabo-verdiana radicada nos EUA, revelou hoje o presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos.

A constatação foi feita esta tarde, na cidade da Praia, durante uma conferência de imprensa, para balanço da sua participação na 44ª Assembleia Parlamentar da Francofonia, que decorreu nos dias 09 e 10 deste mês em Québec, Canadá e da visita aos Estados Unidos da América (EUA) de 11 a 16.

Jorge Santos, que esteve em Massachusetts e Rhode Island, assegurou que as comunidades têm acompanhado de perto todo o processo de desenvolvimento em Cabo Verde, com “muito interesse”, mas também com sentido de responsabilidade e “manifestaram-se preocupados” com o processo de privatização da TACV, situação do mau ano agrícola, com a questão do Hub aéreo na ilha do Sal, mas também pela necessidade de modernização do sistema nacional de segurança e das alfândegas.

Segundo o presidente, essas e outras questões têm inquietado a emigração cabo-verdiana, que apela ao reforço de políticas públicas que permitem que esses instrumentos que os ligam à terra mãe sejam cada vez mais eficientes e eficazes.

“Apelam também para a necessidade de evoluirmos no sentido de diminuirmos essa distância entre a comunidade radicada e os cabo-verdianos que vivem no país”, constatou Jorge Santos que sublinhou que é preciso falar da nação crioula sem diferenciação onde todos têm os mesmos direitos e oportunidades de participarem no desenvolvimento económico, social e cultural de Cabo Verde.

Durante a sua estada nos EUA, Jorge Santos teve também a oportunidade de fazer uma intervenção no congresso do Senado do estado de Massachusetts e reunir-se como os legisladores norte-americanos e de origem cabo-verdiana.

Na ocasião, afirmou que a relação entre Cabo Verde e os EUA é “muito boa”, e considerou que o novo ‘Status Of Forces Agreement’ (SOFA) poderá ser essencial para o reforço e fortalecimento dessa cooperação.

De 07 a 11 de Julho, esteve no Canadá, onde participou na 44ª Assembleia Parlamentar da Francofonia que decorreu nos dias 09 e 10 deste mês em Québec, onde esteve sobre a mesa a questão da “Inteligência artificial e a utilização das novas tecnologias na governação”.

Durante o evento tiveram também a oportunidade de apresentar a experiência cabo-verdiana sobre a abertura do parlamento à sociedade, dialogar com parlamentares da região do Québec e da Bélgica, onde manifestaram a sua disponibilidade em cooperar com Cabo Verde.

AV/ZS

Inforpress/Fim