Secretária-geral da UNTC-CS admite pedir auditoria “externa independente” às contas

Cidade da Praia, 11 Mar (Inforpress) – A secretária-geral da União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde – Central Sindical (UNTC-CS), Joaquina Almeida, admitiu a possibilidade de vir a pedir a realização de uma auditoria “externa independente” às contas da sua central sindical.

Esta intenção foi manifestada sábado, numa conferência visando esclarecer sobre a actual gestão desta organização e as várias acusações que esta dirigente sindical tem sido alvo nos últimos tempos.

“Tendo em conta que ventilam má gestão da secretária-geral da UNTC-CS e favorecimento, queremos anunciar que estamos a avaliando a possibilidade de vir a solicitar uma auditoria externa às contas da UNTC-CS, da gestão anterior, bem como da actual, no sentido de clarificar algumas coisas”, disse Joaquina Almeida.

A actual responsável da UNTC-CS, recorde-se tem sido alvo de criticas por parte do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública de Santiago (STAPS), que anunciou ter apresentado uma denúncia contra a secretária-geral da UNTC-CS junto da Organização Internacional de Trabalho (OIT) e pede sua demissão.

Arnaldo Cardoso, membro da direcção do STAPS, manifestou essa intenção durante uma conferência de imprensa, na Cidade da Praia, para reafirmar algumas acusações tornadas públicas contra Joaquina Almeida.

De entre as acusações, destacou, estão os conflitos permanentes com os sindicatos filiados nessa central sindical, a sonegação de informações, a prática de assédio moral aos funcionários da UNTC-CS e despedimento de uma das funcionárias mais antiga desta organização sindical, Ana Cristina Garcia.

JL/CP

Inforpress/Fim