sarıyer haberleri">

Saúde: Jovens da área do laboratório protestaram contra ilegalidades cometidas no teste de concurso

 

Cidade da Praia, 23 Nov (Inforpress) – Uma centena de jovens quadros na área do laboratório protestaram hoje, frente ao Palácio do Governo, para demonstrarem as suas indignações com a elaboração de um teste de concurso com erros “graves”, solicitando a anulação do mesmo.

A concertação dos jovens quadros, com cartazes, apitos e palavras de ordem que mostram a indignação dos licenciados na área do laboratório, serviu também para falarem das suas revoltas quanto ao não pagamento de estágios hospitalares e denunciaram o que consideram ser corrupção no concurso realizado.

Em declarações à Inforpress, o porta-voz do grupo, António dos Santos, disse que há vários anos não tem sido feito, pelo Ministério da Saúde, contratação de técnicos de diagnóstico, havendo um número elevado de jovens com licenciatura na área à procura do seu primeiro emprego.

A par disso, explicou que durante o concurso público realizado a 05 de Novembro foram detectados vários erros tanto em “concorrência como em questões sem lógica”, indícios de “traduções incorrectas e plágios”.

Adiantou ainda que no dia do teste foi anulada uma questão, com proibição ao direito a reclamação, no momento, ajuntado a arrogância da supervisora que, segundo souberam depois, não era da área laboratorial.

Para além destas acusações, os técnicos de laboratório afirmam que na correcção dos testes foram cometidas ilegalidades, e que, após a confusão, foram atribuídas pontuações apenas aos candidatos que reclamaram sendo que os restantes não formam classificados.

Ainda segundo os jovens em protesto, a elaboração do teste de concurso foi feita por uma pessoa que nem sabe manejar um microscópio, pelo que decidiram, por meio desta manifestação, solicitar a demissão da nova directoria nacional da rede do laboratório.

“Ela diz ser especialista em Patologista Clínica e nós queremos que nos prove no laboratório esse título e não no gabinete. Por estas e outras pedimos que seja anulado o concurso”, afirmaram.

A Infropress quis houver a outra parte, tentando através do Ministério da Saúde falar com os responsáveis do sector, mas tal não foi possível.

PC/JMV

Inforpress/Fim

%d bloggers like this:
Modüler Bölme Duvar Açık ofis bölme sistemleri Ofis Bölme Sistemleri Jaluzili cam bölme Cam bölme duvar Jaluzili bölme duvar Çocuk odası Diş polikliniği dekorasyonu Ofis dekorasyonu Hastane dekorasyon Ev dekorasyonu Sivas prefabrik Mutfak dekorasyonu Ofis dekorasyonu İç mimari dekorasyon