São Vicente/Carnaval: Flores do Mindelo quer “entregar” último lugar aos adversários e garantir o titulo

Mindelo, 28 Fev (Inforpress) – O grupo Flores do Mindelo, quarto classificado por três anos consecutivos no Carnaval de São Vicente, quer este ano “devolver a colocação” aos adversários e “reviver as glórias” do triénio 2008, 2009 e 2010, quando se sagrou tricampeão mindelense.
A presidente do grupo, Ana Soares, avança à Inforpress que este ano “alguém tem que ficar com o último e o terceiro lugar”, porque “já não os quer”, apontando que a sua equipa trabalhou arduamente nestes últimos dias para levar muito brilho e folia, hoje, à baixa do Mindelo.
Flores do Mindelo conta este ano com uma população de foliões a rondar as 500/600 pessoas, distribuídas em 10 alas, incluindo a batucada e três carros alegóricos.
Com o enredo “Somos navegantes do mar alto”, o grupo quer trazer o oceano para as ruas do Mindelo, retratando as aventuras dos navegantes e as tragédias dos naufrágios.
Uma particularidade à volta do enredo do grupo Flores do Mindelo prende-se com uma homenagem às vítimas do maior desastre marítimo ocorrido em Cabo Verde, que envolveu o navio “Vicente”, do qual resultou 15 mortos.
“Vamos levar algumas fotografias das pessoas do navio ‘Vicente’”, adianta a representante do grupo, sem avançar mais pormenores.
O grupo Flores do Mindelo, no terreno desde 2004, já consegui, segundo confirma a sua presidente, por seis vezes ficar no segundo lugar, três vezes consecutivos sagrar-se campeão (2008, 2009, 2010) mas, nos últimos anos, tem-se mantido na última posição da tabela classificativa do Entrudo mindelense.
Ana Soares justifica a baixa que o grupo teve nos últimos anos com a falta de apoios financeiros, uma vez que “vontade de trabalhar e apresentar um bom produto nunca faltou” aliás, aponta, a maioria do trabalho do grupo é desenvolvida por familiares e amigos próximos e à base do voluntariado.
“Este ano recebemos o apoio da câmara e do Ministério da Cultura, que poderia ter chegado mais cedo, mas chegou, e alguns apoios institucionais das empresas de São Vicente que são sempre bem-vindos”, avança.
Com “um pouco de atraso” nos preparativos e no encerramento das alas e com a “entrada quase em cima da hora” da segunda tranche do apoio do Governo, o grupo teve que madrugar nos últimos dias para deixar tudo pronto a tempo de abalar com força hoje para o desfile.
O objectivo, reforça Ana Soares, é sagrar-se campeão pelo que espera “muita harmonia” de todos os que estão envolvidos, uma “bela apresentação” aos jurados da Rua de Lisboa e proporcionar “muito brilho e folia” ao público mindelense.
O grupo Flores do Mindelo é o segundo a desfilar na terça-feira 28, com horário agendado para as 15:00.
EC/AA
Inforpress/Fim