São Vicente/Festival: PM vaticina Baía das Gatas “totalmente diferente” em 2019

Mindelo, 11 Ago (Inforpress) – O primeiro-ministro considerou hoje, na Baía das Gatas, que a estância turística estará “totalmente diferente” no próximo ano, tendo em conta as obras previstas e que devem arrancar “brevemente”.

Ulisses Correia e Silva, que marcou presença no primeiro dia da 34ª edição do Festival Internacional de Música da Baía das Gatas, referia-se “não só ao acesso com a asfaltagem”, que já vai arrancar, mas também à requalificação da estância e da orla marítima.

“Tudo isto vai transformar esta zona da Baía das Gatas numa nova centralidade de São Vicente”, lançou o primeiro-ministro, que pediu para se continuar com o festival com “muita tranquilidade, paz, festa e alegria”, por ser “uma grande montra” turística da ilha e do país.

Para o chefe do Governo, o Festival Internacional de Música da Baía das Gatas é uma “grande marca” da música e da cultura cabo-verdianas, particularmente de São Vicente.

“Demonstra grande vitalidade em momento de festa, e isto também faz parte da economia da ilha, e espero que continue assim, com grande qualidade, não só de artistas como de participação dos cidadãos”, ajuntou Ulisses Correia e Silva, que sublinhou o “momento de partilha” que o evento proporciona.

A 34ª edição do festival biniciou-se na noite de sexta-feira, 10, com as actuações da portuguesa Dulce Pontes, dos cabo-verdianos Dudu Araújo, Dennis Graça, Cremilda Medina e Ceuzany, e ainda o reggae-man Fantan Mojah.

Mais logo, a festa prossegue, a partir das 20:30, a abrir com os DJ Rudy e Vava, seguindo-se as actuações da banda UB 40 ft. Alli Campell, Astro & Mickey Virtue (Reino Unido), da artistas brasileira Claudia Leitte e do angolano C4 Pedro.

AA/JMV

Inforpress/Fim