São Miguel/Festival Calheta 2018: Denis Graça encanta e leva público à “loucura” e Apollo G fecha em grande estilo o último dia do festival

Calheta, 13 Agos (Inforpress) – O artista Denis Graça cantou e encantou o público do Festival Calheta 2018, levando-o à “loucura”, na madrugada de hoje, durante a sua primeira participação no Festival e o Apollo G fechou com chave de ouro o último dia do certame.

O espectáculo começou às 23:00, como agendado, o segundo e último dia da 21ª edição do Festival, que homenageou o património cultural, cabendo a talentosa artista Elida Almeida abrir as “hostilidades”.

Na altura da actuação dos talentos locais, havia uma enorme concentração de pessoas para a compra de bilhetes, para ver o espectáculo que já tinha iniciado.

A actuação dos talentos fez o público dançar com vários estilos musicais cabo-verdianos, tendo os shows terminados por volta das 12:00, dando lugar a Jovem Blacka, que subiu ao palco com muita euforia.

Com um repertório feito à base de músicas conhecidas de grande parte do público, que  cantou a maioria das suas músicas, num espectáculo que durou cerca de 60 minutos.

Para a Jovem artista Blacka, a sua actuação foi “brilhante”, destacando que o povo recebeu-a com braço aberto. E agradeceu Calheta São Miguel de “coração”.

Por seu turno, o artista Denis Graça, que actuou pela primeira vez no palco do Festival Calheta, “encantou” e “deslumbrou” o público com as músicas “amor a primeira vista ”, “conta ma mi” e “Dja Bu Cre Mais”, entre outras.

Denis Graça, além de encantar, fez o público cantar todas as músicas. O artista levou os festivaleiros à “loucura” durante todo o show, em que teve a casa “completamente cheia”.

De seguida, estava agendado o Landrick, o artista Angolano que animou o público ao ritmo da kizomba. Na sequência, entrou no palco BigZ Patronato, com “Moda Cabalo”, Nha Minino e “Mil Palavras”, entre outros temas.

O também estreante no Festival, o talentoso Apollo G, levou os festivaleiros ao delírio. O mais aguardado durante toda a noite, só subiu ao palco já depois das 4 horas, para encerrar o festival.

Durante a actuação de Apollo G, houve “chuvas de garrafas” que terminou com o festival Calheta 2018.

A polícia Nacional (PN) fez um balanço “positivo” do festival, indicando que houve apenas uma só detenção. E sobre “chuvas de garrafas”, a PN esclareceu que foram da autoria de dois amigos, tudo numa “brincadeira”, e que não houve registo de nenhum ferimento e que a situação foi controlada logo no momento.

Para hoje, esta agendado o festival kids, que iniciará por volta das 15:00, na praça do Porto de Calheta, e que terá espaço dedicado às crianças com insufláveis, animações, palhaços e pinturas.

CL/JMV

Inforpress/Fim