São Miguel: Edilidade desafia empresários chineses a investirem num cais de pesca no concelho

 

Calheta, 18 Jun (Inforpress)- O presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, desafiou hoje os empresários chineses e políticos da província de Fujian a investirem num pequeno cais de pesca neste concelho.

A convite da edilidade, os empresários chineses que participaram do “Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, que decorreu na Cidade da Praia, nos dias 16 a 18 de Junho, foram hoje visitar São Miguel para analisar possibilidades de cooperação no domínio das pescas.

São Miguel, segundo o autarca, tem três comunidades piscatórias, uma vasta costa e mar e conta com um número significativo de homens que labutam neste sector, estimado em cerca de 39 pescadores e centenas de mulheres chefes de família que vivem desta actividade, por isso, explicou, já se justifica a construção de um pequeno cais de pesca neste concelho.

“A par do turismo e da agricultura entendemos que a pesca é uma área que merece mais atenção da nossa parte e é neste sentido que estamos a mobilizar todos os parceiros interessados em investir em Cabo Verde e,, em particular em São Miguel, para trazer investimento para aqui”, disse.

Com isso, a edilidade quer criar condições para que os homens do mar e as mulheres tenham melhores condições para produzirem e vender e, quiçá , exportar o pescado para fora.

Depois de conhecer alguns projectos ligados à pesca, como construção de cais e estaleiros para construção de embarcações, o Vice-director -geral do Escritório dos Assuntos Exteriores da Província de Fujian, Lin Xuefendg, disse que vão analisar melhor essas propostas para poderem ter uma ideia em que infra-estruturas investir.

No final da visita, o representante da Província de Fujian convidou o edil micaelense a estar presente numa Feira Internacional das Pescas que acontece entre 30 de Junho a 02 de Julho e a participar numa cimeira de empresários que acontece no mês de Setembro, em que Cabo Verde estará representado pelo ministro da Economia e do Emprego, José Gonçalves.

Herménio Fernandes vê com bons olhos este convite, pois, ao seu ver, é através da cooperação e parceria estratégica que vão mobilizar mais parceiros para incrementar o desenvolvimento deste concelho.

“Este concelho tem possibilidades, tem condições de estar num outro nível de desenvolvimento e nós queremos nesta empreitada envolver os privados, a cooperação descentralizada e todos os parceiros e amigos de Cabo Verde, no sentido de transformarmos este espaço com condições para a produção, oportunidade de emprego e melhor qualidade de vida das pessoas”, disse.

AM/JMV

Inforpress/Fim