São Lourenço dos Órgãos: ONAD-CV realiza palestra sobre prevenção e sensibilização contra a dopagem no Desporto

João Teves, 22 Set (Inforpress) – A Organização Nacional Antidopagem (ONAD-CV) realizou hoje uma palestra sobre “prevenção e sensibilização” contra a dopagem no desporto, chamando atenção aos jovens de São Lourenço dos Órgãos sobre os perigos e consequências do seu uso.

Segundo a organização, esta palestra está enquadrada no programa da  semana da Juventude e Desporto de São Lourenço dos Órgãos, evento promovido em parceria com o Centro de Capacitação e Formação Profissional dos Órgãos(CCFPO), a Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos e as associações ligadas ao desporto.

O presidente da Organização Nacional Antidopagem de Cabo Verde (ONAD-CV), Emanuel Passos, disse que a intenção é “garantir” que a competição em Cabo Verde seja praticada de forma cada vez mas “limpa, saudável” e “mais justa”, garantido, por outro lado, que todos os atletas que competem “ganhem com o resultado do seu trabalho e esforço.”

Conforme adiantou, esta palestra tem como objectivo dar a conhecer aos atletas as questões ligadas a dopagem no desporto, as preocupações, leis e princípios que guiam o desporto “limpo”, a competição justa e “sensibilizar, dissuadir”, assegurando que o desporto em Cabo Verde “esteja livre de dopagem em qualquer modalidade praticada”.

O responsável adiantou que se tem estado a lutar contra o “flagelo de dopagem” no desporto e entendem que a melhor forma de combater este fenómeno é através da educação, prevenção, usando educação baseado no valor, servindo a realização desta palestra como momento oportuno para falar com os jovens, convencer e informá-los em praticar um desporto saudável, porque isso é o “melhor caminho”.

De acordo com o palestrante, as autoridades estão a “trabalhar seriamente” para garantir que nenhum atleta seja roubado a sua oportunidade, “que é um momento único” e cujo “significado é intangível”.

Reforçou que querem que em Cabo Verde o desporto seja “limpo”, não porque os atletas têm medo de penalização e consequências, mas porque incutiu-se que isso é algo que devem fazer e que isto deverá ser feito de uma forma cultural, apostando para o efeito na sensibilização dos jovens e mostrar qual é a consequência de utilização de substância do “dopping” , não só para violação de verdade desportiva, como também para o “bem da saúde”.

Para o presidente do Grupo Desportivo dos Órgãos, Aerthon Gonçalves, promoveram este evento porque estão numa nova época desportiva e este ano querem dar uma “nova dinâmica” que é a de formação, preparar equipa nos assuntos relacionados com o desporto, para que de facto consigam fazer uma “boa época” que não é somente “treino e jogos”.

Segundo o mesmo, nos Órgãos não tem havido casos de atletas que já passaram por esta situação, mas sublinhou que é sempre bom promover este tipo de evento, no sentido de sensibilizar a juventude para a realidade do fenómeno.

Por sua vez, o vereador do pelouro da Educação, Formação Profissional e Juventude, Valdano Furtado, disse que se envolveram nesta palestra porque acharam que este é o melhor caminho para sensibilizar e educar os atletas sobre esta questão e que tudo aquilo que é “campeão, que vence”, deve ser conquistado “com justiça e honestidade”.

CL/JMV

Inforpress/Fim