São Lourenço dos Órgãos: Câmara Municipal vai desprofissionalizar três vereadores na próxima sessão da AM

João Teves, 07 Mai (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos (ilha de Santiago) vai desprofissionalizar três dos quatro vereadores na próxima sessão da Assembleia Municipal (AM) aprazada para este mês, informou hoje o edil, Carlos Vasconcelos.

O presidente da autarquia, que falava aos jornalistas à margem da inauguração do projecto da Rede de Abastecimento de Água Potável em Palha Carga, no quadro do projecto Fundo de Água e Saneamento (FASA), financiado pelo Millennium Challenge Account – Cabo Verde II (MCA-Cabo Verde II), disse que tal decisão saiu de uma reunião da autarquia e que ela é “consensual”.

“Nós, no início do mandato, decidimos profissionalizar todos os quarto vereadores, conforme manda a lei, mas depois de decorrido dois anos do mandato , em que vemos que a nossa política já está traçada e os projectos já estão elaborados, não temos necessidades de todos estes vereadores profissionalizados”, justificou Carlos Vasconcelos.

Segundo o edil lourentino, tendo em conta que o município tem “poucos recursos” e com “grandes intervenções” em curso, sobretudo, nas áreas sociais e nas infra-estruturas, tal decisão vai fazer com o erário municipal poupe mais de 3.000 contos anuais para investimentos.

Nesse sentido, avançou que a edilidade vai negociar com as universidades para liquidar todas as dívidas dos estudantes que estão no último ano do curso e de outros que terminaram a licenciatura há mais de três anos, mas que não conseguiram os seus diplomas por causa das dívidas.

Ainda sobre as políticas sociais, lembrou que, no âmbito do mau ano agrícola, disponibilizaram transporte escolar que nesse momento está a beneficiar 70 estudantes do Ensino Superior e mais de 300 do Ensino Secundário.

“Todas essas políticas sociais exigem um certo redimensionamento das despesas municipais. É dentro desta óptica, que achamos por bem – e não é uma medida do presidente da câmara, algumas da iniciativa são dos próprios vereadores, optar por deixa-los a meio tempo”, enfatizou.

Juventude, Cultura e Desporto, Promoção Social e Agricultura, Saneamento e Ordenamento do Território, sendo este último por causa da reforma, são os pelouros em que os vereadores serão desprofissionalizados na próxima sessão da AM.

FM/JMV

Inforpress/Fim