Santo Antão: Sementeiras em pó na zona Norte do Porto Novo dadas como perdidas para desalento dos agricultores

 

Porto Novo, 29 Ago (Inforpress) – As sementeiras em pó na zona Norte do Porto Novo já foram dadas como perdidas para o desânimo dos camponeses que, apesar deste revés, continuam ainda esperançosos em “boas azáguas” nesta localidade que, outrora, foi celeiro de Santo Antão.

Fidel Neves, porta-voz dos agricultores, avançou à Inforpress que as poucas precipitações registadas, nos últimos dias, na zona Norte do Porto Novo, não foram suficientes para fazer as sementes germinarem, pelo que as sementeiras em pó estão perdidas.

Não obstante esta vicissitude, os camponeses mantêm a esperança numa bom ano, sobretudo a nível de pasto para o gado e de produção de feijões, à semelhança do que se verificou no ano transacto.

Na outras localidades do interior do Porto Novo, como zona Sul, Ribeira das Patas e arredores, as precipitações registadas, semana passada, não permitiram as sementeiras, estando os agricultores confiantes em que, agora nos últimos dias de Agosto ou nos princípios de Setembro, caiam chuvas suficientes para as primeiras sementeiras.

No Planalto Leste, os agricultores já deixam transparecer alguma preocupação em relação à “demora” na queda das chuvas nessa zona, mas consideram que “a esperança é a ultima a morrer”, lembrando que, em Santo Antão, “chove normalmente” em Setembro.

JM/JMV

Inforpress/Fim