Santo Antão: Quase 100 mil contos para projectos geradores de rendimentos em 2018

Porto Novo, 27 Abr (Inforpress) – Santo Antão vai ser contemplado, durante 2018, com um pacote de projectos geradores de rendimentos, financiado em 98 mil contos no quadro do programa de promoção das oportunidades no meio rural, em execução, há quatro anos, nesta ilha.

Os projectos previstos para este ano começaram já a ser lançados, prevendo-se que, até Dezembro, “centenas” de famílias em toda a ilha seja beneficiada com actividades geradores de rendimentos, que possam contribuir para a redução da pobreza em Santo Antão, onde mais de metade da população (54%) é considerada ainda pobre.

A primeira leva de projectos, foi lançada, esta quinta-feira, no concelho do Porto Novo, abrangendo 376 famílias rurais que, até Julho, terão maior disponibilidade em água, e a um custo baixo, para a irrigação das suas parcelas.

Os projectos, estimado em cerca de oito mil contos, consistem no reforço dos equipamentos de cinco furos em Martiene, Chã de Norte, Ribeira dos Bodes e Ponte Sul/Chã de Mato.

Santo Antão recebeu, entre 2014 e 2017, no quadro do programa de promoção das oportunidades no meio rural (Poser), co-financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), projectos geradores de rendimentos, estimados em 130 mil contos, privilegiando as áreas da agricultura, pecuária e pesca.

Para 2018, os investimentos são de quase 100 mil contos para toda a ilha, sendo a maior fatia (60 mil contos) destinada ao município do Porto Novo, onde o reforço da produção do inhame no Tarrafal de Monte Trigo, o alargamento da área irrigada em alguns vales e o equipamento de furos são alguns dos projectos previstos.

JM/CP

Inforpress/fim