Santo Antão: Projecto de abastecimento de água ao Planalto Leste ainda não entrou em funcionamento por “problemas vários” – ANAS

Porto Novo, 25 Jul (Inforpress) – A Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANAS) esclareceu, hoje, que o projecto de abastecimento de água às localidades do Planalto Leste, foi concluído, “há já alguns meses” mas ainda não entrou em funcionamento, devido a “problemas vários”.

A ANAS, através de uma nota, a propósito da notícia divulgada pela Inforpress sobre as reclamações das populações acerca da demora na operacionalização do projecto, admitiu que o sistema de bombagem instalado no quadro do projecto vem tendo avarias frequentes devido à insuficiente da tensão da rede pública de electricidade, que alimenta as bombas instaladas.

“Contudo, foi realizada a bombagem de água às zonas de Lagoa, Campainha, Espongeiro, Lim de Corvo, Chã de Mato e Corda, mas ocorreu uma outra avaria, desta feita no sistema de adução da localidade de Fundo de Erva até Morro de Conceição que, há duas semanas, ditou o cancelamento da distribuição de água até ao momento”, esclarece a nota, enviada à Inforpress.

Apesar disso, a ANAS garante que o abastecimento de água ao Planalto Leste “nunca foi interrompido”, estando o mesmo a ser assegurado através da nascente de Cova e de auto-tanques a partir da Ribeira Grande e Porto Novo, disponibilizados pelas respectivas câmaras municipais.

A Inforpress havia noticiado que o projecto de captação e distribuição de água às zonas altas de Santo Antão, concluído há vários meses, continua ainda por inaugurar, para a “ansiedade” das populações do Planalto Leste, que enfrentam dificuldades no acesso à agua para consumo.

Informou que as comunidades que enformam esse planalto, onde o abastecimento de águas às populações é assegurado pelos municípios, através de auto-tanques, estavam a queixar-se do atraso na entrada em funcionamento dos sistemas de abastecimento de água, concluídos há, pelo menos, seis meses.

JM/CP

Inforpress/Fim