Inicio Destaques Santo Antão: Governo quer evitar que futuro aeroporto seja mais uma infra-estrutura...

Santo Antão: Governo quer evitar que futuro aeroporto seja mais uma infra-estrutura e um obstáculo ao desenvolvimento – Olavo Correia

Porto Novo, 03 Set (Inforpress) – O Governo já trabalha na definição de “um bom modelo de financiamento e de negócio” para o futuro aeroporto de Santo Antão, para evitar que este investimento seja “mais uma infra-estrutura e um obstáculo” ao desenvolvimento desta ilha.

Esta certeza foi deixada, domingo, em Santo Antão, pelo vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, no término de uma visita de três a Porto Novo, onde participou nas festividades do dia deste município (02 de Setembro), reiterando o “empenho” do Executivo “na mobilização de todas as parcerias necessárias” à construção do aeroporto.

“O modelo de financiamento e de negócio do futuro aeroporto de Santo Antão tem de ser bem definido para evitar que o investimento seja um obstáculo e não um valor acrescentado”, sublinhou o vice-primeiro-ministro, para quem só “um bom modelo de negocio é possível viabilizar” o projecto, cujo estudos estão a ser concluídos.

Além do aeroporto, o governante assegurou que o Ensino Superior e formação profissional constituem, também, “uma matéria importante” para esta ilha, que tem ainda “outros desafios, sobretudo ao nível da promoção de um sector empresarial mais forte”.

Santo Antão, de acordo com Olavo Correia, está perder a sua população em consequência da “falta de oportunidades económicas”, estando o Governo a trabalhar com os municípios e com o sector privado para “abordar o futuro da ilha”, e reverter o actual quadro.

O Ensino Superior chegará à ilha em 2019, prevendo-se que o aeroporto comece a ser construído dentro de dois anos, conforme o Executivo, que já lançou o concurso para a realização dos estudos do porto do Porto Novo, o qual incidirá sobre a necessidade da sua ampliação e de melhoria das condições de navegabilidade.

JM/JMV

Inforpress/Fim