Santo Antão/Ano agrícola: Agricultores no Planalto Leste ainda na expectativa quanto às primeiras sementeiras – responsável

Porto Novo, 06 Set (Inforpress) – Os agricultores de várias localidades do Planalto Leste de Santo Antão, apesar das primeiras chuvas registadas nos últimos dias, continuam ainda na expectativa à espera de mais precipitações para poder avançar com as primeiras sementeiras.

É o caso de Lagoa do Planalto Leste, onde, segundo o líder associativo, Manuel Pinto, poucos agricultores decidiram avançar com as primeiras sementeiras, já que a maioria dos camponeses prefere esperar por mais chuvas para, de facto, iniciar a faina agrícola.

“As pessoas estão ainda na expectativa. Há um receio de perder as sementes caso não venha mais chuvas. Por isso, a grande maioria das famílias prefere esperar”, avançou à Inforpress Manuel Pinto, presidente da associação comunitária de Lagoa, informando que, para já, são poucas as pessoas envolvidas nas sementeiras.

Contudo, a seu ver, as famílias continuam a acreditar em “boas águas”, tendo algumas feito as chamadas sementeiras a seco (em pó).

Também, no Planalto Norte do Porto Novo, outra localidade muito afectada pela seca, choveu, ainda que de forma tímida, nos últimos dias, em Bolona e Chã de Feijoal, onde alguns camponeses já começaram as primeiras sementeiras.

Fidel Neves, um dos agricultores locais, explicou que, praticamente, todo esse planalto continua à espera das primeiras chuvas, numa altura em que as famílias começam a ficar preocupadas.

JM/ZS

Inforpress/Fim