Santo Antão/Andebol: Associação decide retomar as provas para repor jogos em atraso

Porto Novo, 17 Abr (Inforpress) – A Associação Regional de Andebol de Santo Antão decidiu retomar, esta quarta-feira, as provas regionais para repor os jogos em atraso a nível do campeonato feminino e ajustar o calendário desta prova.

A Associação Regional de Andebol de Santo Antão havia suspenso, nos princípios de Abril, as provas, alegando “dificuldades financeiras”, mas, segundo o líder associativo, Abílio Gomes, “a pedido dos clubes”, decidiu-se repor os jogos em atraso a nível do feminino e ajustar o calendário, enquanto se espera pela resolução dos problemas que afectam a modalidade na ilha.

Assim, esta quarta-feira, as equipas dos Madrugadores (Porto Novo) e de Super Estrelas (Ribeira Grande) defrontam-se, em jogo em atraso da segunda jornada da primeira volta da fase regular do campeonato.

A Associação Regional de Andebol de Santo Antão, através de uma carta enviada à Federação Cabo-verdiana de Andebol (FCA) e à Direcção-geral dos Desportos, lembrou que esta região ainda não recebeu dessa federação verbas relativas às épocas de 2016/2017 e 2017/2018, tendo, nesta altura, uma dívida de que ultrapassa os 140 contos.

Essa associação, avançou Abílio Gomes, não dispõe de meios para dar seguimento ao plano de actividades, nomeadamente a conclusão dos campeonatos sénior masculino e feminino.

A ARASA, segundo o líder associativo, tem enfrentado “enormes dificuldades financeiras” que resultam de “uma pesada herança da gestão anterior”, que não prestou contas de 2016/2017, tanto à FCA, como às câmaras municipais de Santo Antão.

Até à suspensão das provas, na primeira semana deste mês, tinham sido realizados a primeira fase do campeonato regional masculino, o torneio Município de Ribeira Grande, o torneio de abertura e a primeira eliminatória da Taça Santo Antão.

Participam nas provas oficiais em Santo Antão as equipas de Madrugadores e Marítimo (Porto Novo) e Super-estrelas (Ribeira Grande).

JM/ZS

Inforpress/Fim