Santo Antão: AMUPAL preocupada com desemprego nas mulheres no Planalto Leste

Porto Novo, 23 Jan (Inforpress) – A presidente da Associação das Associação das Mulheres do Planalto Leste de Santo Antão (AMUPAL), Josefa Sousa, mostrou-se hoje “preocupada” com o “desemprego generalizado”, que tem afectado, nos últimos tempos, a camada feminina nessa localidade.

Josefa Sousa disse à Inforpress que há muito tempo que as mulheres do Planalto Leste de Santo Antão não conseguem “tirar um único dia de trabalho” devido à ausência de projectos nessa comunidade, que, por causa do desemprego, sobretudo na camada feminina, enfrenta, neste momento, uma situação social “preocupante”.

“Não há, nesta altura, um dia de trabalho no Planalto Leste. Há muito tempo que não se realizou um projecto nesta zona, que pudesse empregar as pessoas”, avisou Josefá Sousa.

A AMUPAL, criada há cerca de uma década, tem no seio cerca de 40 mulheres chefes de famílias que, neste momento, estão no desemprego, segundo a líder associativa, que se mostrou “preocupada” com essa situação.

Josefa Sousa informou que a AMUPAL já submeteu vários projectos a algumas organizações, para efeito de financiamento, projectos para gerar empregos para as mulheres, mas que continua à espera de uma resposta.

A AMUPAL tem em carteira projectos a nível do turismo e da agricultora e abriu, em Setembro, uma sala de costura para empregar 15 mulheres, que tem funcionado com muitas dificuldades, segundo a responsável.

Avançou que o funcionamento em pleno dessa sala de costura está a depender da formação das mulheres, lembrando que a ADEI (Agência para o Desenvolvimento e Inovação Empresarial) prometeu formar essas mulheres a nível de corte e costura mas, a seu ver, essa formação tarda chegar.

JM/CP

Inforpress/Fim