sarıyer haberleri">

Santo Antão: 77 mil contos já investidos no combate à pobreza em 2017

 

Porto Novo, 22 Nov (Inforpress) – Setenta e sete mil contos é o montante já investido no decurso de 2017 em acções visando a redução da pobreza na ilha de Santo Antão, no quadro do Programa de promoção das Actividades Socio-económicas rurais (Poser).

Adriel Mendes, gestor Unidade Técnica do Poser em Santo Antão, informou que, com esse montante, foi possível implementar, entre Janeiro e até agora, 14 projectos geradores de rendimentos , abarcando as áreas de agricultura, pecuária e pesca.

Esses projectos, que abarcam ainda um componente social (transporte escolar) contemplaram 1.130 beneficiários, na sua grande maioria jovens (82%).

Até agora, foram assinados com as associações 16 contratos para a execução de projectos, estando já executados 14 projectos, num montante de 77 mil contos, com uma taxa de execução à volta dos 80%, explicou à Inforpress Adriel Mendes.

O Poser, financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola(FIDA), está a ser implementando em Santo Antão desde 2014 e, até 2016, foram implementados 79 projectos geradores de rendimentos, na ordem dos 54 mil contos.

Santo Antão recebeu, nos últimos dois dias, uma missão de avaliação do FIDA que constatou que o Poser está a ser uma realidade nesta ilha, mas recomendou a necessidade de se fazer um estudo para saber, em concreto, o impacto que esse programa está a ter na vida das populações.

A nível nacional, a taxa de execução do programa, iniciando em 2013, anda à volta dos 50%, a 16 meses do seu término.
Conforme Jean Pascal Kabaré, chefe da missão de supervisão do FIDA, verifica-se, neste momento, “um atraso significativo” , tanto em termos de execução física dos projectos como de realização financeira.

“O Poser termina em 2019 e está atrasado quer na execução física, quer na execução financeira”, sublinhou Jean Pascal Kabaré, considerando que esse atraso pode estar relacionado com dificuldades na implementação dos projectos e na mudança institucional que se verificou a nível do programa, agora gerido pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA).

O coordenador nacional do Poser, João Fonseca, admite que a taxa de execução do programa esteja ainda “muito aquém” do desejado e considera que o “grande desafio” para o tempo que resta do programa será o de “recuperação dos atrasados”.

“Após quatro anos de execução do programa, ainda só desembolsamos 50% do montante global”, notou João Fonseca, assegurando que, uma vez que “ainda há muito dinheiro para investir”, há que “andar muito rapidamente para fazermos coisas boas e com qualidade” até 2109, ano do termina do Poser.

No caso de Santo Antão, embora se desconheça a taxa de execução do Poser, ao longo dos quatros da implementação, a missão constatou que os projectos nesta ilha são implementados com maior celeridade devido à própria organização do Conselho Regional de Parceiros (CRP) e da Unidade Técnica do programa.

Para esta ilha, a previsão é, até 2019, libertar da pobreza 1.600 famílias nos três municípios, com a implementação de um pacote de projectos geradores de empregos e rendimentos.

JM/JMV

Inforpress/Fim

 

%d bloggers like this:
Modüler Bölme Duvar Açık ofis bölme sistemleri Ofis Bölme Sistemleri Jaluzili cam bölme Cam bölme duvar Jaluzili bölme duvar Çocuk odası Diş polikliniği dekorasyonu Ofis dekorasyonu Hastane dekorasyon Ev dekorasyonu Sivas prefabrik Mutfak dekorasyonu Ofis dekorasyonu İç mimari dekorasyon