Santiago Norte: Feira de Educação Formação Juventude e Emprego arranca sexta-feira com mais de 20 empresas

Assomada, 11 Out (Inforpress) – A 2ª edição da Feira de Educação, Formação, Juventude e Emprego a nível da região de Santiago Norte, arranca esta sexta-feira, 12, com mais de 20 empresas e mais de 500 participantes, revelou hoje a organização.

Em declarações à Inforpress, Guedson Varela, um dos sócio-gerente da empresa Alfa Center Serviços & Representações, promotora do evento, indicou que a cidade de Assomada (Praça Central), o município de Santa Catarina (Santiago) volta a acolher o certame que vai decorrer durante dois dias, sob o lema “Santiago Norte uma economia mais verde”.

Conforme explicou, contrariamente à primeira edição de 2017 que deram uma “atenção especial” ao emprego, trazem este ano para o certame mais três pilares, mormente a educação, a formação e a juventude, ou seja, segundo ele, com uma “visão totalmente diferente e mais dinâmica”.

Segundo este consultor, para este ano ainda vão colocar ênfase no meio ambiente e “juntar o útil ao agradável”.

Isto é, vão reunir empresas de diversos seguimentos do mercado dos quatro pilares (educação, formação, juventude e emprego) que considerou “importante” para o desenvolvimento de qualquer país, e que Cabo Verde “não foge à regra”, principalmente os que estão voltados para o “crescimento verde”.

“Para nós, o pano de fundo da feira é despertar a consciência da sociedade para o meio ambiente, e tendo em conta que vamos congregar um número muito grande de juventude queremos também transmitir que através do meio ambiente podemos auto-sustentar e empreender”, explicou, defendendo que para tal é preciso que as pessoas entendam a importância do meio ambiente.

Guedson Varela, que lembrou que no ano transacto contaram com cerca de 100 participantes, sobretudo os recém-licenciados e desempregados que pagaram para terem acesso à feira, disse que este ano a entrada será gratuita, prevendo a participação de mais de 500 participantes, principalmente os recém-licenciados, estudantes finalistas, desempregados e pessoas à procura de um novo emprego.

É nesse sentido que comunicou que a feira pretende ainda colocar as empresas que vão estar agrupadas em stands em contacto com os recém-licenciados, estudantes finalistas, desempregados e pessoas à procura de um novo emprego, perspectivando que “vendendo” os seus currículos os participantes vão encontrar e as empresas terão, assim, a oportunidade de encontrar e, eventualmente, seleccionar alguns dos melhores candidatos a emprego.

Para além da inerente montra de produtos e serviços e dos encontros, decorrerão simultaneamente a feira, montra de saídas profissionais, dinamização de workshops, apresentações técnicas, palestras, seminário onde serão discutidos os novos rumos e perspectiva deste sector, visando promover oportunidades de negócios, perceber as tendências, bem como os desafios da Educação, Formação, Juventude e Emprego.

Para as áreas da formação e educação vão estar especialistas para orientar os participantes, mormente os jovens a escolherem os cursos de que realmente o mercado carece.

Haverá também espaço para fotografia e vídeo, actividades cénicas e performativas, música, pintura, arquitectura/design, e como destaque teremos: shows de cabelo, barba e maquiagem, desfiles de moda, actuações de dança e concertos.

A abertura do evento, que conta com a parceria das câmaras municipais de Santa Catarina e de Santa Cruz e do Instituto do Emprego e Formação profissional (IEFP), está aprazada para as 09:30 e prolonga-se até às 17:00 e no sábado tem prevista a abertura para a mesma hora e encerramento às 15:30.

FM/ZS

Inforpress/Fim