Santa Cruz: Ministério da Agricultura equipa furo e disponibiliza água aos agricultores de Ribeira Seca

Pedra Badejo, 17 Mai (Inforpress) – O Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) já equipou e reactivou um dos furos que fica a 50 metros da barragem de Poilão e disponibilizou a água aos agricultores de Ribeira Seca, em Santa Cruz, na ilha de Santiago.

A informação foi dada hoje pelo delegado do MAA de Santa Cruz e São Lourenço dos Órgãos, Manuel Afonso, reagindo ao pedido dos agricultores para o equipamento e reactivação dos furos existentes a jusante e a montante da barragem de Poilão, bem como a realização de novos furos após o esgotamento da água nesta infra-estrutura hidráulica.

Esta semana, agricultores da zona de Ribeira Seca chamaram a comunicação social e consideraram “difícil” a situação que estão a atravessar após a barragem de Poilão ter ficado completamente seco, tendo solicitando, mais uma vez, uma rápida intervenção do Governo para salvar “o pouco que ainda resta” das suas culturas.

Segundo Manuel Afonso, que falava a Televisão pública, o MAA tem a noção que a água do furo reactivado, e que vai servir também para o abastecimento da população, não dá cobertura a todas as áreas, mas vai salvar algumas plantas que servirão para as próximas culturas.

O delegado do MAA descartou a hipótese de realização de novos furos, conforme a solicitação dos agricultores, esclarecendo que não consta no plano de emergência e nessa zona não existe água no subsolo.

Apesar de a água disponibilizada ser pré-paga, num valor que consideram “muito caro”, os agricultores de Ribeira Seca congratularam-se com a medida que, segundo dizem, vai permitir salvar as suas plantações.

Em relação ao desassoreamento da barragem de Poilão, a Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANAS) informou que está a trabalhar num projecto e que o ministério está a mobilizar recursos para arrancar com os trabalhos antes da época das chuvas.

FM/CP

Inforpress/Fim