Santa Cruz: Hélio Batalha justifica ausência no festival de Areia Grande com o facto de não ter recebido parte do ‘cachet’

Cidade da Praia, 22 Jul (Inforpress) – O artista Hélio Batalha diz que não actuou esta madrugada no festival de Areia Grande, em Santa Cruz, Santiago, por não ter recebido a primeira parte do ‘cachet’ acordado, mas a organização nega que tenha feito este acordo.

Segundo explicou o artista, em comunicado enviado à Inforpres, havia sido acordado com a organização que Hélio Batalha e a sua banda tinham de receber a primeira tranche de 50 por cento (%) do “cachet” referente ao espectáculo, antes de subir ao palco para actuação.

“Infelizmente, a organização não cumpriu com o acordado e simplesmente não pagou o valor em causa, como estava acordado. Os outros 50% seriam pagos depois da actuação”, disse.

Segundo Hélio Batalha, depois de consertar com a banda e com os seus representantes, o grupo decidiu que não iria actuar, uma vez que “não houve qualquer garantia da parte da organização que iria receber o ‘cachet’ pela actuação”.

Na mesma nota, Hélio Batalha afirma que ele e a sua equipa lamentam “profundamente” o sucedido e pedem desculpas aos fãs e ao público que aguardavam pela sua actuação e apelam à compreensão por esta acção que acreditam “contribuir para que se exija mais qualidade e respeito pelos artistas nos festivais do país”.

Contactada pela Inforpress, a organização da 26ª edição do Festival Areia Grande negou que tenha feito qualquer acordo em que Hélio Batalha e a sua banda iriam receber 50% do ‘cachet’ antes de subir ao palco.

“Não tínhamos este acordo com o artista. Estava tudo pronto para ele receber os 100% do ‘cachet’ acordado logo após a descida do palco, mas ele não quis assim”, afirmou Rui Semedo, da empresa privada que organizou o certame.

GSF/CP

Inforpress/Fim