Santa Cruz/Festival Areia Grande: Djodje leva o público ao delírio e Ferro Gaita fecha em grande

Pedra Badejo, 22 Jul (Inforpress) – O artista Djodje cantou e encantou na Areia Grande, em Santa Cruz, na madrugada de hoje, durante a sua primeira participação no Festival de Areia Grande, enquanto o Ferro Gaita fechou em grande o último dia do certame.

Com efeito, o segundo e último dia da 26ª edição do Festival de Areia Grande, que homenageou Elida Almeida e Blacka, começou às 23:00 de sábado, conforme programado, com os talentos locais a abrir as hostes.

A actuação destes jovens talentos, que apresentaram diferentes estilos musicais cabo-verdianos, terminou por volta da 01:00, dando lugar a Blacka, que durante cerca de 60 minutos, apresentou um repertório baseado em músicas conhecidas de grande parte do público.

Durante a sua actuação, por cerca de 60 minutos, as homenageadas foram contempladas com um prémio de reconhecimento, pelo contributo que têm dado na promoção da cultura local e nacional.

Para a jovem artista Blacka, a homenagem é um sentimento “muito grande” e agradeceu a Câmara Municipal de Santa Cruz pelo reconhecimento, assim como a família e os fãs, pelo carinho manifestado.

Após o tributo à Elida Almeida e Blacka, o artista cabo-verdiano Ricky Boy, que participou pela primeira no festival, encantou o público, proporcionado momentos de descontração, com temas como “Blá Blá”, “Eternamente”, “Feitiço”, entre outras músicas conhecidas.

Por seu turno, Djodje, que também actuou, pela primeira vez, no palco de Areia Grande, fez vibrar o público. A exibição deste artista foi feita com base num repertório de temas dos seus álbuns como “Namora comigo”, “A Fila Anda”, “Dói Demais”, entre outros.

Djodje, além de encantar, fez o público cantar todas as músicas e levou a plateia à vibrar durante toda sua actuação, que teve “casa cheia”.

O artista encerrou a sua participação com a música que ganhou o prémio de “Música Popular do Ano” nos Cabo Verde Music Awards (CVMA), “La ki nos e bom”.

Seguiu-se o grupo Ferro Gaita que, também com a “casa cheia”, fez o fecho do palco de Areia Grande, com o ritmo característico de ferro e gaita. Entretanto, antes, estava prevista a actuação de Hélio Batalha, mas devido a desentendimento com a organização o artista não actuou.

As pessoas abordadas pela Inforpress classificaram o festival “muito bom”, não só pela qualidade dos artistas que actuaram, mas também, pelo “ambiente tranquilo” em que decorreu o certame.

O festival enquadra-se nas comemorações do aniversário do município de Santa Cruz, sendo que os festejos culminam com o concurso miss, na segunda-feira, e a sessão solene e comemorativa do Dia de Santa Cruz, no dia 25.

CL

Inforpress/Fim