Santa Cruz: Câmara Municipal entrega cédulas marítimas a 28 jovens pescadores de Cutelinho

Pedra Badejo, 26 Out(Inforpress)–A Câmara Municipal de Santa Cruz entregou hoje a 28 jovens pescadores do concelho cédulas marítimas, que visam a melhoria das infra-estruturas de apoio à pesca e melhoria das condições de captura e conservação.

Esta acção foi materializada em parceria com o Instituto Marítimo e Portuário e Associação dos Pescadores e Peixeiras e contou com a presença dos pescadores e dos munícipes.

O presidente da Associação dos Pescadores e Peixeiras de Santa Cruz, José Gonçalves, destacou a importância do documento, acreditando vai trazer mais “responsabilidades” aos pescadores, na medida em que vão poder trabalhar em outras embarcações, de “grande porte e de longo curso”, o que não acontecia antes porque, adiantou, sem este documento muitos dos colegas “praticavam uma a pesca clandestina”.

Na opinião do responsável, o concelho está “bem servido” em termos de recursos humanos, com “homens do mar”, mesmo sem qualificações, mas com muita competência adquirida com a experiência no mar.

José Gonçalves afirmou, no entanto, que em termos de infra-estruturação, o concelho tem “muita carência”, como a falta de gelo, situação que, segundo sublinhou, leva os pescadores a procurarem o produto na Cidade da Praia, onde também, neste momento, se registam algumas “dificuldades” na produção.

Esta carência, prosseguiu o responsável, obriga alguns pescadores a se deslocarem à ilha do Maio, à procura do gelo para a faina.

Frisa que a máquina de gelo está há dois meses sem funcionar, mas que esse problema de produção e comercialização de gelo vem arrastando há mais de sete anos, fruto da incapacidade da empresa concessionária em resolver o problema.

O presidente da Associação dos Pescadores e Peixeiras de Santa Cruz apelou por isso aos responsáveis, nomeadamente o ministro da Economia Marítima, a encontrar soluções para o sector, no âmbito do acordo de pesca assinado com a União Europeia, considerando que o município “merece”.

Outro constrangimento apontado tem a ver com a “falta de condições” do cais de pesca, que obriga “os pescadores a operarem precariamente à moda antiga”, desembarcando “os peixes do barco e deixá-los no chão, uma prática que vem sendo proibida por motivos de higiene e saúde alimentar”.

O vereador da Agricultura, Pecuária, Pesca, Água, Saneamento e Ambiente, Belmiro Fonseca, explicou que esta parceria surgiu através de uma iniciativa da autarquia, que se apercebeu da existência de um grande número de pescadores que se faziam ao mar, mas que não estavam preparados para o feito.

Com o apoio de outros parceiros, disse, instruiu-se o processo de todos os pescadores e junto ao Instituto Marítimo Portuário pediram a isenção do pagamento de taxa de vida, devido a “falta de condições”, o que veio a culminar com a entrega formal das cédulas marítimas aos pescadores, um documento importante para eles.

Em relação à câmara de gelo reivindicado pelos pescadores e peixeiras locais, o responsável confirma que na verdade este é um problema que vem arrastando já há algum tempo, devido a falta de capacidade de resposta da concessionária responsável pela produção e comercialização do gelo.

O autarca pontou como solução a abertura de um concurso para novas operadoras na área e retomar, o mais rápido possível, a produção do gelo em quantidade e qualidade para responder à grande demanda que existe.

No que concerne à melhoria das condições do cais exigida pelos pescadores, o responsável afirma que o diagnóstico já foi efectuado e identificados todos os desafios, tais como a melhoria de estruturas de apoio à pesca, como a operação do desembarque e a dimensão e que, neste momento, a autarquia está a mobilizar parcerias com vista a melhoria das estruturas de apoio ao sector da pesca.

Para o jovem pescador Adair Mendes, um dos contemplados com o documento, essa acção é extremamente “bonita” e lhes deixa “contente”, porque sem a cédula marítima os jovens pescadores estavam impossibilitados de se fazerem ao mar.

CL/JMV

Inforpress/Fim