Santa Catarina: Museu da Tabanca abre as portas novamente na próxima semana

 

Cidade da Praia, 17 Nov (Inforpress)- O Museu da Tabanca, em Chã de Tanque, no concelho de Santa Catarina (Ilha de Santiago), vai ser reaberto no próximo dia 24, depois de ter estado dois anos de portas fechadas.

De acordo com um comunicado, a reabertura do Museu da Tabanca, que acontece por ocasião das festividades de Nha Santa Catarina (25 de Novembro), está a ser preparada pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC), através do Instituto do Património Cultural (Direcção de Museologia e Museu), e numa parceria com a Câmara Municipal de Santa Catarina.

“No terreno, encontra-se uma equipa especializada a dar inicio aos trabalhos de montagem da exposição da casa conhecida como “Casa Quintalona”, actual Museu da Tabanca. Um trabalho que passa, também, pela conservação curativa e restauro do espólio e dos suportes, colocação de painéis e organização do espaço de retaguarda” lê-se na mesma nota.

Os preparativos para a reabertura prosseguem, na próxima semana, com o restauro dos manequins e impressão de legenda, um trabalho que está sendo feito por técnicos do Instituto do Património Cultural, designadamente, José Silva Lima, Carlos Lima, Maria Eugénia Alves e Cinthia Rodrigues.

O Museu da Tabanca foi criado em 1999 e inaugurado em Fevereiro de 2000 pelo antigo primeiro-ministro de Cabo Verde, Carlos Veiga.

A sua criação foi fruto de uma interacção efectiva entre as estruturas governamentais ligadas à cultura, autoridades locais e sociedade civil do concelho, e respondeu ao objectivo de se criar um espaço para promover e dinamizar a vida cultural no Concelho de Santa Catarina, em particular, e no interior de Santiago, de uma forma geral.

Durante oito anos, o museu esteve instalado no edifico em frente a Praça Central de Assomada, mas a partir de Dezembro de 2008, este foi transferido para Chã de Tanque, pois o edifício passou a acolher o centro Cultural Norberto Tavares.

Entretanto, só em Junho de 2010 é que o museu abriu as portas em Chã de Tanque, na antiga casa do Morgado, também conhecida por Quintalona.

AM/JMV

Inforpress/Fim