Retrospectiva/Santa Catarina: Arrumação e início da requalificação da cidade de Assomada destacam-se em 2017

 

Assomada, 30 Dez (Inforpress) – A modernização, transformação e o processo de desenvolvimento do concelho de Santa Catarina começou em 2017 com a arrumação da cidade de Assomada, que privilegiou o trânsito e o comércio, e culminou com arranque das obras de requalificação.

A afirmação é do presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina (Santiago), José Alves Fernandes, argumentando que por ser uma cidade com “forte tradição” de feira “era urgente a sua arrumação”, que ainda não está concluída e vai ser melhorada no próximo ano.

Segundo o autarca, a arrumação do trânsito, que levou a construção do primeiro terminal rodoviário do país, que vai ser inaugurada em Janeiro de 2018, e a arrumação do comércio que colocou todas as vendedeiras no Mercado Novo de Achada Riba, deve-se sobretudo para “pôr travão no comércio desleal”.

Este processo de desenvolvimento, que culminou com arranque de obras de requalificação do centro, no entender de José Alves Fernandes, fez com que todos os santacarinenses, dentro e fora do país, acreditassem que o concelho tem um “novo rumo”.

As obras de requalificação do centro da cidade, orçadas em 155 mil contos, integram a Avenida da Liberdade (conhecida por avenida dos bancos), a rua pedonal (o troço de artéria entre a Caixa Económica e o Mercado do Pelourinho) e asfaltagens, arrancaram em Novembro, e vão estar concluídas em 180 dias.

“2017 foi um ano da cidade de Assomada e de descolagem do desenvolvimento de Santa Catarina, foi um ano em que recuperamos a confiança dos santacatarinenses, para que efectivamente , saibam que Santa Catarina tem solução e que e possível desenvolve-la”, sublinhou o presidente da autarquia, em declarações à Inforpress.

O ano de 2017, segundo a mesma fonte, foi de “muito ganhos” não só para a cidade de Assomada, mas também para outras localidades, mormente Gil Bispo, Banana Semedo e Vassoura, com conclusão das estradas de penetração e arranque das do Junco e de Achada Ponta.

Em matéria de electrificação, que segundo José Alves Fernandes com os esforços e engajamento da edilidade, as localidades de Charco, Achada Leite, já estão electrificadas e Chão de Monte, Achada Fora, Águas Podres Fundo Baixo e Gudo, o processo está na fase final e será inaugurada em Janeiro de 2018.

A melhoria no sector do saneamento com a implementação da novo sistema de recolha de lixo que esta funcional e que tem deixado uma “boa imagem” da cidade e sem acumulação de lixo, modernização administração, nova dinâmica para a Cultura e ligação a 100% de agua domiciliária em Boa Entradinha e Rincão, são outros ganhos de 2017, apontados.

FM/AA
Inforpress/Fim